República da Irlanda | geografia

Geografia

A Irlanda é conhecida como A Ilha Esmeralda devido à predominância de vegetação verde em praticamente todo o território
Nevoeiro de inverno nas Montanhas Wicklow

A ilha da Irlanda tem uma extensão de mais 84 421 km², dos quais cinco sextos pertencem à República, constituindo o restante a Irlanda do Norte. É banhada a oeste pelo oceano Atlântico, a nordeste pelo canal do Norte, a leste pelo mar da Irlanda e a sudeste e sul pelo canal de São Jorge e pelo mar Céltico.[20][21]

A costa ocidental da Irlanda consiste principalmente de arribas, colinas e montanhas baixas (o ponto mais elevado é o Carrauntoohil, com 1 041 m). O interior do país é predominantemente composto por terras agrícolas relativamente planas, atravessadas por rios como o Shannon e ponteado por vários lagos grandes, os loughs. O centro do país faz parte da bacia hidrográfica do rio Shannon, e contém grandes áreas de paul, usados para a produção de turfa.[20][21] O clima temperado da ilha é modificado pela corrente do Atlântico Norte e é relativamente suave. Os verões raramente são muito quentes, faz frio no inverno, algumas vezes chega a nevar. A precipitação é muito comum, com até 275 dias de chuva por ano em algumas partes do país.[20][21]

As cidades principais são a capital, Dublin, na costa oriental, Cork no sul, Galway e Limerick na costa ocidental e Waterford na costa sueste.[22]

Hidrografia

O rio Shannon, na Irlanda, é o mais extenso das ilhas Britânicas. O Shannon, importante via de navegação, nasce no noroeste da Irlanda e percorre 360 km para o sudoeste, até alcançar o oceano Atlântico. O rio Liffey também é navegável. Nasce nas montanhas Wicklow, corre para o noroeste por 121 km, e deságua no mar da Irlanda, em Dublin. Sua foz forma a baía de Dublin. Outros rios irlandeses importantes são o Barrow, Nore e Suir, no sudoeste, o Boyne, no nordeste, e o Moy, no noroeste.[23]

A maioria dos lagos da Irlanda fica no oeste. Os lagos são chamados loughs (pronúncia lacs) em gaélico. O rio Shannon forma vários lagos, como o lough Derg e o lough Ree, ambos no centro-oeste da Irlanda. Os lagos de Killarney, no sudoeste, são famosos pela beleza. São eles os lagos Lower (Inferior), Muckross e Upper (Superior).[24]

Relevo

O relevo da Irlanda apresenta três características principais: planícies, montanhas e costas.[25]

As planícies ocupam quase todo o centro da Irlanda. estendendo-se de um lado a outro do país. Compõem-se de ondulados campos de cultivo, pastagens, bosques e grandes pântanos ou turfeiras (depósitos de plantas em decomposição). As turfeiras cobrem um sexto da Irlanda. A maioria se encontra a oeste do rio Shannon.[25]

A maior parte dos montes irlandeses ergue-se próximo ao litoral e circunda as planícies. As principais cadeias são as montanhas Donegal, no noroeste, as montanhas de Mayo e as montanhas de Connemara, no oeste, as montanhas de Kerry, no sudoeste, as montanhas Wicklow, no leste. O ponto culminante da Irlanda, Carrantuohill (1 041 m) ergue-se nas montanhas de Kerry.[25]

Muitos golfos e baías penetram profundamente na costa ocidental da Irlanda. Por isso, nenhum lugar do país se encontra a mais de 110 km do mar. Partes da costa apresentam altos penhascos de rocha pura. Duas amplas baías no litoral ocidental, a baía de Galway e a foz do rio Shannon, formam os portos de Galway e Limerick. Outras importantes baías no litoral ocidental são Bantry, Clew, Dingle, Donegal, Dunmanus e Sligo. Centenas de ilhotas ficam próximas à costa ocidental. No litoral sul, os portos de Cork e Waterford encontram-se em excelentes abrigos naturais. A baía de Dublin formou o porto de Dublin, o principal da costa leste.[25]

Clima

A Irlanda tem um clima úmido e ameno. As temperaturas médias são de 4 °C no inverno e 16 °C no verão, aproximadamente. O clima sofre grandemente a influência da corrente do Golfo, uma corrente oceânica quente que sobe do equador e passa pelas ilhas Britânicas. No inverno, ventos do oeste, soprando por cima das águas, ajudam a manter amena a temperatura.[26][27]

Os ventos oceânicos também carregam muita chuva para a Irlanda. As chuvas mais intensas caem nas regiões montanhosas perto do litoral ocidental. A média pluviométrica (de chuva) nessa região é de cerca de 1 500 mm por ano, havendo alguns pontos que alcançam 2510 mm por ano. As planícies recebem cerca de 760 mm de chuva por ano. As inundações constituem problema em algumas partes do país, nas estações chuvosas.[26][27]

O sul e o oeste da Irlanda constituem o mais longo período propício de cultivo agrícola nas ilhas Britânicas, devido ao seu clima moderado e chuvas abundantes. Em muitas áreas dessa região, as pastagens chegam a poder ser utilizadas durante o inverno.[26][27]

Fauna e flora

Quase toda a vida animal e a vegetação da ilha provêm de migrações posteriores às glaciações, originárias do norte da Europa. A vegetação natural predominante é de árvores de folhas perenes, como carvalhos e faias. São abundantes os bosques de coníferas, introduzidas pelo homem.[28]

Não é grande a variedade de espécies animais; só aves e dois tipos de pequenos roedores, como coelhos e esquilos, além de um tipo de lagarto, são nativos. Não há cobras, o que, segundo antiga lenda, se deve à intervenção milagrosa de são Patrício, padroeiro da ilha.[29]