Yokohama
English: Yokohama

Japão Yokohama/Iocoama

横浜市 (-shi)

 
Do topo, à esquerda: Minato Mirai 21, Yokohama Chinatown, Nippon Maru, Estação de Yokohama, Torre Marinha de Yokohama.
Do topo, à esquerda: Minato Mirai 21, Yokohama Chinatown, Nippon Maru, Estação de Yokohama, Torre Marinha de Yokohama.
Bandeira de Yokohama/Iocoama
Bandeira
Brasão de armas de Yokohama/Iocoama
Brasão de armas
Localização de Yokohama/Iocoama
País Japão
Área
- Total434 98 km²
População (1 de Outubro de 2004)
 - Total3 555 473
    • Densidade 8 174 hab./km²
Websitewww.city.yokohama.jp

Yokohama ou Iocoama[1] (Japonês : 横浜市 - shi) é uma cidade japonesa localizada na província de Kanagawa, dentro da região metropolitana de Tóquio, onde também se localiza a capital do país.

Em 2004 a cidade tinha uma população estimada em 3 555 473 habitantes e uma densidade populacional de 8 174 h/km² sendo a segunda maior cidade do Japão. Tem uma área total de 434,98km².

Recebeu o estatuto de cidade em 1 de abril de 1889.

É a maior cidade independente do Japão e o maior porto, com a concentração comercial da área da Grande Tóquio. Um dos ex-libris da cidade é a Yokohama Landmark Tower, o mais alto edifício do Japão (296 m de altura). O Estádio Internacional de Yokohama foi o palco da final da Copa do Mundo FIFA de 2002.

História

Em destaque o Yokohama Landmark Tower, mais alto edifício do Japão.

Em 1854, Yokohama era uma pequena aldeia piscatória, mas a partir desta data, a qual coincide com a chegada do comodoro norte-americano Matthew Calbraith Perry, a povoação começou a desenvolver-se, até que em 1859 tornou-se um porto de comércio importante e o local para o estabelecimento de estrangeiros que gozavam de direitos extraterritoriais.

Nesta época a cidade passou a ser essencialmente conhecida pela exportação de seda, embora continuasse ligada à pesca. O comércio estrangeiro conduziu para o rápido crescimento de Yokohama, que funcionou durante a segunda metade do século XIX como um dos principais portos do Oceano Pacífico.

A primeira linha de caminho-de-ferro foi construída em 1872 para a ligação de Yokohama a Tóquio e impulsionou de tal modo o seu desenvolvimento que em 1889 se tornou cidade. Passada uma década os direitos de comércio extraterritoriais na cidade foram abolidos.

Em 1923 Yokohama foi vítima de um violento sismo (Grande sismo de Kantō) que destruiu parcialmente a cidade. Apesar das consequências negativas, este acontecimento potenciou o desenvolvimento da cidade, que foi rapidamente reconstruída, modernizada e alvo de várias alterações, nomeadamente no seu porto.

Durante a Segunda Guerra Mundial, Yokohama foi atingida por pesados bombardeamentos aéreos, conseguindo contudo superar este obstáculo e prosseguir com o seu desenvolvimento ligado às facilidades portuárias e à indústria.