Taiwan
English: Taiwan

Disambig grey.svg Nota: Para a ilha principal do país, veja Ilha Formosa. Para outros significados, veja China (desambiguação).
中華民國
Zhōnghuá Mínguó

República da China
Bandeira da República da China
Emblema Nacional
BandeiraBrasão de armas
Lema: 三民主義 (San-min Chu-i)
(Mandarim: "Três Princípios do Povo")
Hino nacional: Hino Nacional da República da China
Gentílico: taiwanês,
formosano,
formosino,
taiuanês

Localização da República da China

CapitalTaipé
25°02′N 121°38′L
Cidade mais populosaTaipé
Língua oficialMandarim
GovernoRepública semipresidencialista unitária
 - PresidenteTsai Ing-wen
 - Primeiro-ministroSu Tseng-chang
Formação 
 - Império centralizado unificado221 a.C. 
 - República proclamada10 de outubro de 1911 
 - Estabelecida1 de janeiro de 1912 
 - Transferência para Taiwan7 de dezembro de 1949 
Área 
 - Total35 980 km² (137.º)
 - Água (%)10,3
População 
 - Estimativa para 201723 577 271 hab. (53.º)
 - Densidade650 hab./km² (17.º)
PIB (base PPC)Estimativa de 2018
 - TotalUS$ 1,250 trilhão*[1] 
 - Per capitaUS$ 52 960[1] 
PIB (nominal)Estimativa de 2018
 - TotalUS$ 603 bilhões*[1] 
 - Per capitaUS$ 25 534[1] 
IDH (2015)0,885 (27.º) – muito alto[nota 1]
Gini (2014)33,6 [3]
MoedaNovo dólar taiwanês (TWD)
Fuso horárioHorário de Chungyuan (UTC+8)
Cód. Internet.tw
Cód. telef.+886

Mapa da República da China

Taiwan[nota 2] (em chinês: 臺灣 ou 台灣 (tradicional), 台湾 (simplificado)), oficialmente República da China (RC), é um Estado insular localizado na Ásia Oriental, que evoluiu de um regime unipartidário com reconhecimento mundial e jurisdição plena sobre toda a China para uma democracia com reconhecimento internacional limitado e com competência apenas sobre a ilha Formosa e outras ilhas menores, apesar de usufruir de relações de facto com muitos outros países. Até 1949, foi o governo chinês reconhecido internacionalmente e, como tal, foi um dos membros fundadores das Nações Unidas[7] e um dos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da organização, até ser substituído pela República Popular da China em 1971.

Fundada em 1912, a República da China abrangia grande parte da China continental e da Mongólia. No final da Segunda Guerra Mundial, com a rendição do Japão, o país anexou o grupo de ilhas de Formosa e Pescadores (Penghu) à sua jurisdição. Quando o Kuomintang (KMT), o Partido Nacionalista Chinês, perdeu a guerra civil para o Partido Comunista em 1949, o governo da RC foi transferido para Taipé e estabeleceu a cidade como sua capital temporária[8] (também chamada de "capital da guerra" por Chiang Kai-shek),[9] enquanto os comunistas fundaram a República Popular da China (RPC) na China continental. Formosa, ao lado das ilhas Pescadores, Kinmen, Matsu e outras menores, em seguida, tornou-se a extensão da autoridade da República da China. Apesar de sua competência abranger apenas esta área, durante o início da Guerra Fria a República da China ainda era reconhecida por muitos países ocidentais e pela ONU como o único governo legítimo da China.

Constitucionalmente, a República da China não renunciou à sua reivindicação como o único governo legítimo de toda a China, embora, na prática, não possa prosseguir ativamente com estes objetivos.[10] Os partidos políticos do país, muitas vezes, têm visões radicalmente diferentes a respeito da soberania de Taiwan. Ambos os ex-presidentes Lee Teng-hui e Chen Shui-bian mantinham a opinião de que é um país soberano e independente, separado da China continental e de que não há necessidade de uma declaração formal de independência.[11] O presidente Ma Ying-jeou, no entanto, manifestou que considera que a República da China é um país soberano e independente, que inclui a China continental e Formosa.[12]

O país é uma democracia semipresidencialista e com sufrágio universal. O presidente atua como chefe de estado e a Assembleia Nacional serve como órgão legislativo. Considerado um dos quatro "tigres asiáticos", Taiwan é a 26.ª maior economia do mundo.[13] A sua indústria de tecnologia desempenha um papel-chave na economia global. A República da China é classificada como desenvolvida em termos de liberdade de imprensa, saúde, educação pública, liberdade econômica, entre outros indicadores sócio-econômicos.

Nomes e etimologia

Existem vários nomes usados para se referir à ilha de Taiwan atualmente, derivados dos diferentes exploradores ou governantes de cada período histórico. O antigo nome Formosa (福爾摩沙) data de 1542, quando os portugueses avistaram a ilha principal de Taiwan e a chamaram de "Ilha Formosa".[14] Com o tempo, o nome "Formosa" "substituiu todos os outros na literatura europeia"[15] e era de uso comum entre anglófonos no início do século XX.[16]

No início do século XVII, a Companhia Holandesa das Índias Orientais estabeleceu um posto comercial em Fort Zeelandia (atual Anping) em um banco de areia costeiro que chamaram de "Tayouan",[17] que significa "estrangeiros" na língua indígena siraya. O nome sirayan também era adotado no vernáculo chinês como o nome do banco de areia e da região próxima (atual Tainan). A palavra moderna Taiwan é derivada dessa utilização, que também era escrita como 大員, 大圓, 大灣, 臺員, 臺圓 e 臺窩灣 em vários registros históricos chineses. A área da moderna Tainan foi o primeiro assentamento permanente de colonos ocidentais e imigrantes chineses, tornando-se um importante centro comercial e servindo como a capital da ilha até 1887. O uso do nome chinês atual (臺灣) foi formalizado em 1684, com o estabelecimento da Prefeitura de Taiwan. Com o seu rápido desenvolvimento, todo a ilha Formosa, eventualmente, tornou-se conhecida como "Taiwan".[18][19][20][21]

O nome oficial do país é "República da China"; foi também conhecido por vários nomes ao longo de sua existência. Pouco tempo após o estabelecimento da República da China em 1912, enquanto ela ainda estava localizada no continente asiático, o governo usava a sigla "China" (Zhōngguó) para se referir a si mesmo. Durante os anos 1950 e 1960, era comum para se referir ao país como "China nacionalista" (ou "China livre") para diferenciá-lo de "China comunista" (ou "China vermelha").[22] O governo nacionalista foi membro das Nações Unidas, representando a "China" como um todo, até 1971, quando perdeu a sua vaga para a República Popular da China. Ao longo das décadas subsequentes, a República da China tornou-se conhecida como "Taiwan", por conta do nome da ilha que compõe a maior parte de seu território de facto. A República da China participa da maioria dos fóruns e organizações internacionais com o nome "Taipé Chinesa" devido à pressão diplomática da China comunista. Este nome, por exemplo, foi o usado pelo país nos Jogos Olímpicos de Verão de 1984, além de também ser seu nome como observador da Organização Mundial de Saúde (OMS).[23]