Sociocapitalismo

  • sociocapitalismo[1] é o capitalismo de muitos sócios, a socialização dos lucros e da acumulação do capital. não há estatização dos processos produtivos, mas o compartilhamento dos resultados. o sociocapitalismo ocorre através dos mercados de capitais, pela inserção dos ativos detidos pelo sistema previdenciário, que são veículos de acesso à propriedade coletiva e, tanto quanto possível, pulverizada, do capital produtivo.[2].

    este capitalismo social é impulsionado pela colaboração e partilha.[3] este novo sistema proposto não é nem socialismo nem o comunismo. ele usa as idéias principais capitalistas de mercados livres para abordar diretamente as necessidades sociais.[4]

    referências

  • ligações externas

Sociocapitalismo[1] é o capitalismo de muitos sócios, a socialização dos lucros e da acumulação do capital. Não há estatização dos processos produtivos, mas o compartilhamento dos resultados. O sociocapitalismo ocorre através dos mercados de capitais, pela inserção dos ativos detidos pelo sistema previdenciário, que são veículos de acesso à propriedade coletiva e, tanto quanto possível, pulverizada, do capital produtivo.[2].

Este capitalismo social é impulsionado pela colaboração e partilha.[3] Este novo sistema proposto não é nem socialismo nem o comunismo. Ele usa as idéias principais capitalistas de mercados livres para abordar diretamente as necessidades sociais.[4]

Referências