Roberto I, Duque da Borgonha

Roberto I, Duque da Borgonha
Consorte1 - Hélia de Semur-en-Brionnais,
2 - Ermengarda de Anjou
Antecessor(a)Roberto II de França e Henrique I de França
Sucessor(a)Hugo I, Duque da Borgonha
CasaCasa Capetiana da Borgonha
Nascimento1011
Morte21 de março de 1076 (65 anos)
 Fleury-sur-Ouche, França
Filho(s)1 - Hugo
2 - Henrique de Borgonha
3 - Roberto
4 - Simão
5 - Constância
6 - Hildegarda ou Adelaide
PaiRoberto II de França
MãeConstança de Arles

Roberto I, Duque da Borgonha ou Roberto I Capeto (1011Fleury-sur-Orne, França, 21 de março de 1076), cognominado o Velho ou sem terra, foi Duque da Borgonha entre 1032 e a sua morte, e o primeiro duque da dinastia Capetiana a governar o ducado até ao século XIV. Foi o filho mais novo do rei Roberto II de França e irmão de Henrique I.

Roberto tornou-se Duque da Borgonha por doação do seu irmão Henrique, depois da sua ascensão à coroa de França. Foi sucedido pelo seu neto Hugo I, filho de Henrique. O seu neto Henrique tornou-se Conde de Portugal e foi pai de Afonso Henriques.

Revolta e Reconciliação

Em 1030, provavelmente pressionado pela rainha Constança, uniu-se em revolta com seu irmão Henrique I contra o rei, seu pai. Henrique tomou o castelo de Dreux e Roberto tomou Beaune e Avallon. Eles se reconciliaram por iniciativa de Guilherme de Volpiano, abade de St-Benigne de Dijon. No ano seguinte, após a morte de seu pai, apoiado por sua mãe Constança de Arles, ele se revoltou contra o seu irmão mais velho, reivindicando o trono. A guerra surgiu entre os dois irmãos. Henrique apoiado pelo duque da Normandia fez toda a resistência impossível e Roberto foi derrotado perto de Villeneuve-Saint-Georges renunciou à sucessão e retomou posse do Ducado da Borgonha que seu pai tinha planeado lhe dar[1]. Ele não pôde tomar posse senão no final de 1031 ou início de 1032, depois que seu irmão Henrique, expulso do reino por Constança, ter conseguido recuperar seu trono.