Rio de Janeiro

Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre a cidade. Para o estado, veja Rio de Janeiro (estado).
Município do Rio de Janeiro
"Cidade Maravilhosa"
"Rio"
Do alto, da esquerda para a direita: Cristo Redentor, Enseada de Botafogo com o Pão de Açúcar ao fundo, panorama do centro da cidade, Theatro Municipal, Estádio do Maracanã com a Zona Norte ao fundo, Ponte Rio-Niterói e panorama da cidade a partir de Niterói.

Do alto, da esquerda para a direita: Cristo Redentor, Enseada de Botafogo com o Pão de Açúcar ao fundo, panorama do centro da cidade, Theatro Municipal, Estádio do Maracanã com a Zona Norte ao fundo, Ponte Rio-Niterói e panorama da cidade a partir de Niterói.
Bandeira do Rio de Janeiro
Brasão do Rio de Janeiro
BandeiraBrasão
Hino
Aniversário1° de março
Fundação1 de março de 1565 (453 anos)
Gentílicocarioca
Prefeito(a)Marcelo Crivella (PRB)
(2017 – 2020)
Localização
Localização do Rio de Janeiro
Localização do Rio de Janeiro no Rio de Janeiro
Rio de Janeiro está localizado em: Brasil
Rio de Janeiro
Localização do Rio de Janeiro no Brasil
22° 54' 10" S 43° 12' 28" O22° 54' 10" S 43° 12' 28" O
Unidade federativaRio de Janeiro
Região
intermediária

Rio de Janeiro IBGE/2017[1]

Região
imediata

Rio de Janeiro IBGE/2017[1]

Região metropolitanaRio de Janeiro
Municípios limítrofesDuque de Caxias, Itaguaí, Seropédica, Mesquita, Nilópolis, Niterói, Nova Iguaçu e São João de Meriti
Distância até a capital1 148 km[2]
Características geográficas
Área1 200,177 km² [3]
População6 688 927 hab. (BR: 2º; RJ: 1º) –  estatísticas IBGE/2018[4]
Densidade5 573,28 hab./km²
Altitude2 m[5]
Climatropical atlântico Aw
Fuso horárioUTC−3
Indicadores
IDH-M0,799 (RJ: 2º) – elevado PNUD/2010[6]
PIBR$ 320 774 458,94 mil (BR: 2º) – IBGE/2015[7]
PIB per capitaR$ 49 527,98 IBGE/2015[7]
Página oficial
Prefeiturawww.rio.rj.gov.br
Câmarawww.camara.rj.gov.br

Rio de Janeiro (frequentemente referida simplesmente como Rio[8]) é um município brasileiro, capital do estado homônimo, situado no Sudeste do país. Maior destino turístico internacional no Brasil,[9] da América Latina e de todo o Hemisfério Sul,[10] a capital fluminense é a cidade brasileira mais conhecida no exterior,[11] funcionando como um "espelho", ou "retrato" nacional, seja positiva ou negativamente. É a segunda maior metrópole do Brasil (depois de São Paulo), a sexta maior da América e a trigésima quinta do mundo. Sua população estimada pelo IBGE para 1.º de julho de 2018 era de 6 688 927 habitantes.[4] Tem o epíteto de Cidade Maravilhosa e aquele que nela nasce é chamado de carioca. Parte da cidade foi designada Patrimônio Cultural da Humanidade, com o nome "Rio de Janeiro: Paisagem Carioca entre a Montanha e o Mar", classificada pela UNESCO em 1 de julho de 2012 e categorizada como uma Paisagem Cultural.[12][13]

É um dos principais centros econômicos, culturais e financeiros do país, sendo internacionalmente conhecida por diversos ícones culturais e paisagísticos, como o Pão de Açúcar, o morro do Corcovado com a estátua do Cristo Redentor, as praias dos bairros de Copacabana, Ipanema e Barra da Tijuca (entre outros), o Estádio do Maracanã, o Estádio Nilton Santos, o bairro boêmio da Lapa e seus arcos, o Theatro Municipal do Rio de Janeiro, as florestas da Tijuca e da Pedra Branca, a Quinta da Boa Vista, a Biblioteca Nacional, a ilha de Paquetá, o réveillon de Copacabana, o carnaval carioca, a Bossa Nova e o samba.

Representa o segundo maior PIB do país[14] (e o 30º maior do mundo[15]), estimado em cerca de 140 bilhões de reais (IBGE/2007),[16] e é sede das duas maiores empresas brasileiras - a Petrobras e a Vale, e das principais companhias de petróleo e telefonia do Brasil, além do maior conglomerado de empresas de mídia e comunicações da América Latina, o Grupo Globo.[17] Contemplado por grande número de universidades e institutos, é o segundo maior polo de pesquisa e desenvolvimento do Brasil, responsável por 19% da produção científica nacional, segundo dados de 2005. Destaque para a Universidade Federal do Rio de Janeiro que publicou 5 952 artigos entre 1998 e 2002.[18] Rio de Janeiro é considerada uma cidade global beta - pelo inventário de 2008 da Universidade de Loughborough (GaWC).

A cidade foi, sucessivamente, capital da colônia portuguesa do Estado do Brasil (1621-1815), depois do Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves (1815-1822), do Império do Brasil (1822-1889) e da República dos Estados Unidos do Brasil (1889-1968) até 1960, quando a sede do governo foi transferida para a então recém construída Brasília.

Etimologia

A Baía de Guanabara, à margem da qual a cidade se organizou, foi descoberta pelo explorador português Gaspar de Lemos em 1 de janeiro de 1502.[19] Embora se afirme que o nome "Rio de Janeiro" tenha sido escolhido em virtude de os portugueses acreditarem tratar-se a baía da foz de um rio, na verdade, à época, não havia qualquer distinção de nomenclatura entre rios, sacos e baías - motivo pelo qual foi o corpo d'água corretamente designado como rio. Os franceses, que se aliaram aos tupinambás, estabeleceram-se na região em 1555 mas foram expulsos pelos portugueses em 1567.[livro 1]