Reino de Wessex
English: Wessex

   |- style="font-size: 85%;"       |Erro::  valor não especificado para "nome_comum"   


Westseaxna rīce (inglês antigo)
Regnum Occidentalium Saxonum (latim)

Reino da Saxônia Ocidental
Reino de Wessex
Vexilloid of the Roman Empire.svg
século VI – 927Flag of England.svg

Bandeira de Território de Wessex, em verde, por volta do ano 879.

ContinenteEuropa
RegiãoGrã-Bretanha
País Inglaterra
CapitalWinchester
(após o século IX)
Língua oficialInglês antigo
Latim
ReligiãoPaganismo anglo-saxão
(antes do século VII)
Catolicismo
(após o século IX)
GovernoMonarquia
Rei
 • 519-534Cerdico
 • 688-726Ine
 • 802839Egberto
 • 871-899Alfredo
 • 925-927Etelstano
Período históricoIdade média
 • século VIFundação
 • 927Dissolução
MoedaEsceta

O Reino de Wessex (em inglês antigo: Westseaxna rīce, IPA[wæstseˈaksna ˈriːke]) foi um dos sete reinos anglo-saxões que precederam o Reino da Inglaterra. Seu nome advém dos saxões ocidentais (West Saxons, daí "Wessex"). Integrava junto a mais 6 reinos anglo-saxões a chamada heptarquia. Situado no sul e sudoeste da Grã-Bretanha, o reino surgiu em 519, e perdurou até a unificação dos reinos anglo-saxões por Etelstano, no século IX. Perdurou como um condado (earldom) entre 1016 e 1066, deixando de existir oficialmente desde então.

Origem

Os antigos anglo-saxões acreditavam que Wessex havia sido fundado pelos reis Cerdico e Cínrico, no século VI, embora que isto possa ser uma lenda. As duas fontes principais que narram a história de Wessex são a Crônica Anglo-Saxônica e a Lista Genealógica dos Reis de Wessex, que por vezes conflitam entre si.

Wessex tornou-se um reino cristão no século VII, após o rei Cenualho adotar o catolicismo e ser batizado. Posteriormente, o rei Ceduala expandiu o território do reino ao conquistar os reinos de Sussex e Kent, alem da Ilha de Wight, no final do século VII. O sucessor de Ceduala, Ine, é lembrado por seu código legal (em latim: leges Inae - "leis de Ine"), outorgadas por volta de 694, as primeiras de um rei anglo-saxão fora de Kent. Ine também estabeleceu um segundo bispado saxão ocidental. Após isto, o trono do reino passou para uma série de reis com genealogias desconhecidas.