Proclamação da República Irlandesa

  • general post office.

    a proclamação da república da irlanda, também conhecida como proclamação de 1916 ou proclamação da páscoa, foi um documento emitido pelos voluntários irlandeses e por cidadãos do exército irlandês durante a revolta da páscoa na irlanda, que teve início em 24 de abril de 1916. nela, o conselho militar da irmandade republicana irlandesa, auto-intitulados " governo provisório da república da irlanda", proclamaram a independência da irlanda em relação ao reino unido da grã-bretanha e da irlanda. a leitura da proclamação foi feita por patrick pearse no general post office (gpo) em sackville street (agora chamada o'connell street), sendo a principal via de comunicação de dublin, que marcou o início da revolta. a proclamação foi remodelada para ser uma proclamação de independência como a similarmente emitida durante a rebelião dos irlandeses em 1803 chefiados por robert emmet.[1]

    referências

  • ver também

General Post Office.

A Proclamação da República da Irlanda, também conhecida como Proclamação de 1916 ou Proclamação da Páscoa, foi um documento emitido pelos voluntários irlandeses e por Cidadãos do Exército Irlandês durante a Revolta da Páscoa na Irlanda, que teve início em 24 de Abril de 1916. Nela, o Conselho Militar da Irmandade Republicana Irlandesa, auto-intitulados " Governo Provisório da República da Irlanda", proclamaram a independência da Irlanda em relação ao Reino Unido da Grã-Bretanha e da Irlanda. A leitura da proclamação foi feita por Patrick Pearse no General Post Office (GPO) em Sackville Street (agora chamada O'Connell Street), sendo a principal via de comunicação de Dublin, que marcou o início da Revolta. A proclamação foi remodelada para ser uma proclamação de independência como a similarmente emitida durante a rebelião dos irlandeses em 1803 chefiados por Robert Emmet.[1]

Referências

  1. Irish Transport and General Workers' Union (1959). Fifty years of Liberty Hall: the golden jubilee of the Irish Transport and General Workers' Union 1909–1959. Dublin: Three Candles. 69 páginas. Consultado em 11 de maio de 2011