Papa Inocêncio VIII

Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde julho de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser acadêmico)
Inocêncio VIII
Papa da Igreja Católica
213° Papa da Igreja Católica
Atividade Eclesiástica
DioceseDiocese de Roma
Eleição29 de agosto de 1484
Entronização12 de setembro de 1484
Fim do pontificado 25 de julho de 1492 (7 anos)
PredecessorSisto IV
SucessorAlexandre VI
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral1450
Nomeação episcopal5 de novembro de 1466
Ordenação episcopal28 de janeiro de 1467
Nomeado arcebispo29 de agosto de 1484
Cardinalato
Criação7 de maio de 1473
por Papa Sisto IV
OrdemCardeal-presbítero
TítuloSanta Balbina (1473-1474)
Santa Cecília (1474-1484)
Papado
Brasão
C o a Innocenzo VIII.svg
ConsistórioConsistórios de Inocêncio VIII
Dados pessoais
Nascimento25 de julho de 1432
Génova, Itália
Morte25 de julho de 1492 (60 anos)
Roma, Itália
NacionalidadeItaliano
Nome nascimentoGiovanni Battista Cibo
ProgenitoresMãe: Teodorina de' Mari
Pai: Arano Cibo
SepulturaBasílica de São Pedro
dados em catholic-hierarchy.org
Categoria:Igreja Católica
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo
Lista de Papas

Papa Inocêncio VIII, nascido Giovanni Battista Cibo (Génova, 1432Roma, 25 de Julho de 1492), foi Papa de 29 de Agosto de 1484 até a data da sua morte.[1] Foi então proclamada, em 1484, a Bula contra os Bruxos, pelo Papa Inocêncio VIII.

Neste documento, ele relacionava os crimes atribuídos aos bruxos e dava plenos poderes à Inquisição para prender, torturar e punir todos aqueles que fossem suspeitos do 'crime de feitiçaria'.

Lenda do primeiro transplante sanguíneo

Segundo uma famosa e controversa lenda, Inocêncio VIII teria sido a primeira pessoa a receber um transplante sanguíneo[2]; tal transplante teria sido feito por via oral, com o sangue de três garotos de 10 anos.[2] Outra versão da história, apontada por alguns autores, conta que o papa teria sido convidado a beber o sangue dos garotos por seu médico, para tratar uma grave doença renal.[3]