Papa Alexandre VI

Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde julho de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser acadêmico)
Emblem-scales.svg
A neutralidade deste artigo ou se(c)ção foi questionada, conforme razões apontadas na página de discussão deste artigo ou se(c)ção.
Alexandre VI
Papa da Igreja Católica
214° Papa da Igreja Católica
Atividade Eclesiástica
DioceseDiocese de Roma
Eleição11 de agosto de 1492
Entronização26 de agosto de 1492
Fim do pontificado 18 de agosto de 1503 (11 anos)
PredecessorInocêncio VIII
SucessorPio III
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral30 de outubro de 1471
Ordenação episcopal30 de junho de 1458
Nomeado arcebispo9 de julho de 1492
Cardinalato
Criação20 de fevereiro de 1456 (in pectore)
17 de setembro de 1456 (Publicado)

por Papa Calisto III
OrdemCardeal-diácono (1456-1492)
Cardeal-bispo (1471-1492)
TítuloSão Nicolau no Cárcere (1456-1471)
Santa Maria em Via Lata (1458-1492)
Albano (1471-1476)
Porto-Santa Rufina (1476-1492)
Papado
Brasão
C o a Alessandro VI.svg
ConsistórioConsistórios de Alexandre VI
Dados pessoais
Nascimento1 de janeiro de 1431
Xàtiva, Valência, Espanha
Morte18 de agosto de 1503 (72 anos)
Roma, Itália
Nacionalidadeespanhol
Nome nascimentoRodrigo Bórgia
ProgenitoresMãe: Isabel de Borja y Cavanilles
Pai: Jofre de Borja Llanzol
SepulturaSanta Maria in Monserrato degli Spagnoli
dados em catholic-hierarchy.org
Categoria:Igreja Católica
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo
Lista de Papas

Alexandre VI, nascido Rodrigo de Borja (Espanhol) e mais conhecido por Rodrigo Borgia (Italiano) (Xàtiva, 1 de janeiro de 1431Roma, 18 de agosto de 1503) foi o 214.º papa da Igreja Católica, de 11 de agosto de 1492[1] até a data da sua morte.[2]

Natural de Valência, na altura pertencente ao Reino de Aragão, estudou na Universidade de Bolonha, onde se formou em direito canónico.[3]

O nome de sua família foi elevado à cátedra do Vaticano com a eleição do seu tio materno, Afonso Bórgia, como Papa Calisto III, por quem foi feito cardeal aos 25 anos de idade em 1456. No ano seguinte foi nomeado vice-chanceler da igreja.[3]

Foi entretanto adquirindo novos títulos, e ao mesmo tempo, serviu não só a Cúria Romana sob o seu tio Papa Calisto III, como também durante os quatro pontificados seguintes - Pio II, Paulo II, Sisto IV e Inocêncio VIII - ganhando assim experiência, influência, riqueza e poder.[4]

É provavelmente um dos papas mais polémicos da história.

Família

Foram seus pais Jofré de Borja i Escrivà e Isabell de Borja, irmã do cardeal Alfonso de Borja, o Papa Calisto III.[2] Era primo-irmão do cardeal Luis Juan de Milà y Borja, e pai do também cardeal César Borgia. Foram seus descendentes os cardeais Juan de Borja Llançol de Romaní, Pedro Luis de Borja Llançol de Romaní, Francisco Lloris y de Borja e Rodrigo Luis de Borja y de Castre-Pinós.[3]

Filhos com maternidade não registrada foram:

Seu relacionamento com a dama romana Vannozza dei Cattanei começou em 1470, e fruto dele nasceram quatro filhos:

Com Giulia Farnese teve, possivelmente, uma filha:

  • Laura Orsini (1492-1530)