Nijni Novgorod

Disambig grey.svg Nota: Para outras cidades contendo este nome, veja Novgorod.
Nijni Novgorod
Нижний Новгород
Flag of Nizhny Novgorod.svgCoat of Arms of Nizhny Novgorod.svg
Nizhny Novgorod Montage (2016).png
Imagens da Cidade
País Rússia
DistritoVolga
OblastNijni Novgorod
PrefeitoYelizaveta Solonchenko
Área466.5 km²
População (2015)1.267.600 habitantes
Densidade3,086 hab/km²
Altitude78 metros
Fuso horárioUTC+3
GentílicoNizhegorodiense
Fundação1221
Antigos nomesNijni Novgorod (até Setembro de 1932),Gorki (até 22 de outubro de 1990)
Código telefônico+7 831
Websiteadmgor.nnov.ru
Localização
44° E
Localização de Nijni Novgorod no Oblast de Nijni Novgorod
Cidade da Rússia Rússia

Nijni Novgorod (em russo: Нижний Новгород), encurtada de maneira coloquial para Nijni, é uma cidade na Rússia e o centro administrativo (capital)[1] do Distrito Federal do Volga e Oblast de Nijni Novgorod. De 1932 a 1990, era conhecida como Gorky (Горький),[2] em homenagem ao escritor Máximo Gorki, que nasceu lá. A cidade é um importante centro económico, de transporte, científico,[3] educacional e cultural na Rússia e na vasta Região Econômica Volgo-Viatski, e é o principal centro do turismo fluvial na Rússia. Na parte histórica da cidade há um grande número de universidades, teatros, museus e igrejas. Nijni Novgorod está localizado a cerca de 400 km a leste de Moscou, onde o rio Oka deságua no Volga. Sua população em 2010 foi de 1.250.619, um decréscimo em relação aos dois censos anteriores, 1.311.252 (Censo de 2002) e 1,438,133 (Censo 1989).

A cidade foi fundada em 4 de fevereiro de 1221[4] pelo príncipe Yuri II de Vladimir. Em 1612, Kuzma Minin e o príncipe Dmitry Pozharsky organizaram um exército para a libertação de Moscou dos poloneses. Em 1817, Nijni Novgorod tornou-se um grande centro comercial do Império Russo. Em 1896, em uma feira, foi organizada uma Exposição Toda-Rússia.[5] Durante o período soviético, a cidade se transformou em um importante centro industrial. Em particular, a fábrica de automóveis Gorky foi construída neste período. Em seguida, a cidade recebeu o apelido de "Detroit russa". Durante a Segunda Guerra Mundial, Gorky se tornou o maior fornecedor de equipamentos militares para a Frente Oriental. Devido a isso, a Luftwaffe constantemente bombardeou a cidade do ar. A maioria das bombas alemãs cairam na área da fábrica de automóveis Gorky.[6] Embora quase todos os locais de produção da usina tenham sido completamente destruídos, os cidadãos de Gorky reconstruíram a fábrica após 100 dias.

Após a guerra, Gorky se tornou uma "cidade fechada" e permaneceu assim até a dissolução da União Soviética, em 1990.[2][7] Naquela época, a cidade foi renomeada Nijni Novgorod novamente. Em 1985, o metro foi aberto. O Kremlin - o principal centro da cidade - contém as principais agências governamentais da cidade e do Distrito Federal do Volga.

História

Nijni Novgorod foi fundada pelo príncipe Yuri II de Vladimir em 4 de fevereiro de 1221.[2]

Em 1341, após a morte de Ivan Kalita, Khan Usbeque dividiu os principais territórios do nordeste da Rússia. Parte da terra, que incluía Níjni Novgorod, Gorodets e Unzha, tornou-se propriedade do Príncipe Suzdal Konstantin. Um principado independente de Nijni Novgorod-Suzdal foi formado, que ocupou um vasto território.

No ano de 1377, a Horda Dourada atacou Nijni Novgorod. Na batalha no rio Pyana, o exército russo sofreu uma severa derrota do príncipe Horda Arapsha. Dmitry de Suzdal, que permaneceu sem tropas, fugiu para Suzdal. O exército de Nijni Novgorod fugiu para a vizinha Gorodets. Em 5 de agosto de 1377, o exército da Horda conquistou Nijni Novgorod. A cidade foi queimada. Um ano depois, em 24 de julho de 1378, a cidade foi reconquistada.[8]

Em 1392, Basílio I de Moscou recebeu um jarlig do Principado de Nijni Novgorod-Suzdal e conquistou Nijni Novgorod. A adesão final do principado às possessões de Moscou ocorreu no final da década de 1440.

Após a ocupação moscovita pelos polacas em 1611, os cidadãos organizaram um exército para libertar Moscou, liderados por Kuzma Minin e o príncipe Dmitry Pozharsky. Durante o Império Russo, em 1817, Nijni Novgorod se tornou a principal cidade comercial do país. Em 1896, a cidade sediou a maior exposição All-Rússia. Na era soviética, Nijni Novgorod foi renomeada Gorky, em homenagem ao escritor Máximo Gorki.[2] Então era o centro industrial da União Soviética. Durante a Segunda Guerra Mundial, a cidade enviou para a frente uma enorme quantidade de equipamento militar e munição. Portanto, a aviação alemã bombardeou a cidade por 3 anos. Após a dissolução da União Soviética, a cidade foi renomeada para Nijni Novgorod.[2] Na Rússia, a cidade tornou-se um centro político e a capital do Distrito Federal do Volga. Agora a cidade é o centro da tecnologia da informação e desenvolve o turismo.