Níjni Novgorod

Disambig grey.svg Nota: Para outras cidades contendo este nome, veja Novgorod.
Níjni Novgorod
Нижний Новгород
Flag of Nizhny Novgorod.svgCoat of Arms of Nizhny Novgorod.svg
Collage-of-Nizhny-Novgorod-(2014).png
Imagens da Cidade
País Rússia
DistritoVolga
OblastNíjni Novgorod
PrefeitoYelizaveta Solonchenko
Área466.5 km²
População (2015)1.267.600 habitantes
Densidade3,086 hab/km²
Altitude78 metros
Fuso horárioUTC+3
GentílicoNizhegorodiense
Fundação1221
Antigos nomesNíjni Novgorod(até Setembro de 1932),Górki(até 22 de outubro de 1990)
Código telefônico+7 831
Websiteadmgor.nnov.ru
Localização
44° E
Localização de Níjni Novgorod no Oblast de Níjni Novgorod
Cidade da Rússia Rússia

Níjni Novgorod (em russo: Нижний Новгород, transl. Nijniy Novgorod), encurtada de maneira coloquial para Níjni, é uma cidade na Rússia e o centro administrativo (capital)[1] do Distrito Federal do Volga e Oblast de Níjni Novgorod. De 1932 a 1990, era conhecida como Gorky (Горький),[2] em homenagem ao escritor Máximo Gorki, que nasceu lá. A cidade é um importante centro económico, de transporte, científico,[3] educacional e cultural na Rússia e na vasta Região Econômica Volgo-Viatski, e é o principal centro do turismo fluvial na Rússia. Na parte histórica da cidade há um grande número de universidades, teatros, museus e igrejas. Níjni Novgorod está localizado a cerca de 400 km a leste de Moscou, onde o rio Oka deságua no Volga. Sua população em 2010 foi de 1.250.619, um decréscimo em relação aos dois censos anteriores, 1.311.252 (Censo de 2002) e 1,438,133 (Censo 1989).

A cidade foi fundada em 4 de fevereiro de 1221[4] pelo príncipe Yuri II de Vladimir. Em 1612, Kuzma Minin e o príncipe Dmitry Pozharsky organizaram um exército para a libertação de Moscou dos poloneses. Em 1817, Níjni Novgorod tornou-se um grande centro comercial do Império Russo. Em 1896, em uma feira, foi organizada uma Exposição Toda-Rússia.[5] Durante o período soviético, a cidade se transformou em um importante centro industrial. Em particular, a fábrica de automóveis Gorky foi construída neste período. Em seguida, a cidade recebeu o apelido de "Detroit russa". Durante a Segunda Guerra Mundial, Gorky se tornou o maior fornecedor de equipamentos militares para a Frente Oriental. Devido a isso, a Luftwaffe constantemente bombardeou a cidade do ar. A maioria das bombas alemãs cairam na área da fábrica de automóveis Gorky.[6] Embora quase todos os locais de produção da usina tenham sido completamente destruídos, os cidadãos de Gorky reconstruíram a fábrica após 100 dias.

Após a guerra, Gorky se tornou uma "cidade fechada" e permaneceu assim até a dissolução da União Soviética, em 1990.[2][7] Naquela época, a cidade foi renomeada Níjni Novgorod novamente. Em 1985, o metro foi aberto. O Kremlin - o principal centro da cidade - contém as principais agências governamentais da cidade e do Distrito Federal do Volga.

História

Níjni Novgorod foi fundada pelo príncipe Yuri II de Vladimir em 4 de fevereiro de 1221.[2]

Em 1341, após a morte de Ivan Kalita, Khan Usbeque dividiu os principais territórios do nordeste da Rússia. Parte da terra, que incluía Níjni Novgorod, Gorodets e Unzha, tornou-se propriedade do Príncipe Suzdal Konstantin. Um principado independente de Níjni Novgorod-Suzdal foi formado, que ocupou um vasto território.

No ano de 1377, a Horda Dourada atacou Níjni Novgorod. Na batalha no rio Pyana, o exército russo sofreu uma severa derrota do príncipe Horda Arapsha. Dmitry de Suzdal, que permaneceu sem tropas, fugiu para Suzdal. O exército de Níjni Novgorod fugiu para a vizinha Gorodets. Em 5 de agosto de 1377, o exército da Horda conquistou Níjni Novgorod. A cidade foi queimada. Um ano depois, em 24 de julho de 1378, a cidade foi reconquistada.[8]

Em 1392, Basílio I de Moscou recebeu um jarlig do Principado de Níjni Novgorod-Suzdal e conquistou Níjni Novgorod. A adesão final do principado às possessões de Moscou ocorreu no final da década de 1440.

Após a ocupação moscovita pelos polacas em 1611, os cidadãos organizaram um exército para libertar Moscou, liderados por Kuzma Minin e o príncipe Dmitry Pozharsky. Durante o Império Russo, em 1817, Níjni Novgorod se tornou a principal cidade comercial do país. Em 1896, a cidade sediou a maior exposição All-Rússia. Na era soviética, Níjni Novgorod foi renomeada Gorky, em homenagem ao escritor Máximo Gorki.[2] Então era o centro industrial da União Soviética. Durante a Segunda Guerra Mundial, a cidade enviou para a frente uma enorme quantidade de equipamento militar e munição. Portanto, a aviação alemã bombardeou a cidade por 3 anos. Após a dissolução da União Soviética, a cidade foi renomeada para Níjni Novgorod.[2] Na Rússia, a cidade tornou-se um centro político e a capital do Distrito Federal do Volga. Agora a cidade é o centro da tecnologia da informação e desenvolve o turismo.