Minas Gerais

Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Minas Gerais (desambiguação).
Estado de Minas Gerais
Bandeira de Minas Gerais
Brasão de Armas de Minas Gerais
BandeiraBrasão
Lema: LIBERTAS QUÆ SERA TAMEN
(Liberdade ainda que tardia)
Hino: Hino de Minas Gerais
Gentílico: mineiro

Localização de Minas Gerais no Brasil

Localização
 - RegiãoSudeste
 - Estados limítrofesSão Paulo (S e SO), Mato Grosso do Sul (O), Goiás e Distrito Federal (NO), Bahia (N e NE), Espírito Santo (L) e Rio de Janeiro (SE)
 - Regiões geográficas intermediárias13
 - Regiões geográficas imediatas70
 - Municípios853
CapitalBrasão do município de Belo Horizonte, Minas Gerais (Brasil) Belo Horizonte
Governo
 - Governador(a)Fernando Pimentel (PT)
 - Vice-governador(a)Antônio Andrade (PMDB)
 - Deputados federais53
 - Deputados estaduais77
 - SenadoresAécio Neves (PSDB)
Antonio Anastasia (PSDB)
Zezé Perrella (PMDB)
Área 
 - Total586 522,122 km² () [1]
População2017
 - Estimativa21 119 536 hab. ()[2]
 - Densidade36,01 hab./km² (14º)
Economia2014[3]
 - PIBR$ 516,083 bilhões ()
 - PIB per capitaR$ 17 931 (10º)
Indicadores2010/2015[4][5]
 - Esper. de vida (2015)77,0 anos ()
 - Mort. infantil (2015)11,4‰ nasc. (21º)
 - Alfabetização (2010)92,3% (10º)
 - IDH (2010)0,731 () – elevado [6]
Fuso horárioUTC−03:00
ClimaTropical e tropical de altitude Aw, Cwa, Cwb
Cód. ISO 3166-2BR-MG
Site governamentalhttp://www.mg.gov.br/

Mapa de Minas Gerais

Minas Gerais é uma das 27 unidades federativas do Brasil, sendo o quarto estado com a maior área territorial e o segundo em quantidade de habitantes, localizada na Região Sudeste do país. Limita-se ao sul e sudoeste com São Paulo, a oeste com Mato Grosso do Sul, a noroeste com Goiás e Distrito Federal, a norte e nordeste com a Bahia, a leste com o Espírito Santo e a sudeste com o Rio de Janeiro. Seu território é subdividido em 853 municípios, a maior quantidade dentre os estados brasileiros.

A topografia mineira é bastante acidentada, sendo que alguns dos picos mais altos do país encontram-se em seu território. O estado também abriga a nascente de alguns dos principais rios do Brasil, o que o coloca em posição estratégica no que se refere aos recursos hídricos nacionais. Possui clima tropical, que varia de mais frio e úmido no sul até semiárido em sua porção setentrional. Todos esses fatores aliados propiciam a existência de uma rica fauna e flora distribuídas nos biomas que cobrem o estado, especialmente o cerrado e a ameaçada Mata Atlântica.

O território de Minas Gerais era habitado por indígenas quando os portugueses chegaram ao Brasil. Contudo, ocorreu uma grande migração para o estado a partir do momento em que foi anunciada a existência de ouro. A extração do metal trouxe riqueza e desenvolvimento para a então província, proporcionando seu desenvolvimento econômico e cultural. Mas o ouro logo se tornou escasso, provocando a emigração de grande parte da população, até que um novo ciclo (o do café) novamente traria a Minas projeção nacional e cujo fim levou ao processo de industrialização relativamente tardio. Minas Gerais atualmente possui o terceiro maior produto interno bruto do Brasil, sendo que grande parte do total produzido no estado ainda se deve a atividades mineradoras. Tal desenvolvimento também advém de sua notável infraestrutura, como a grande quantidade de usinas hidroelétricas e a maior malha rodoviária do país.

Em virtude de suas belezas naturais e de seu patrimônio histórico, Minas Gerais é um importante destino turístico brasileiro. O povo mineiro possui uma cultura peculiar, marcada por manifestações religiosas tradicionais e culinária típica do interior,[7] além de importância nacional nas produções artísticas contemporâneas e também no cenário esportivo.

Etimologia

Minas Gerais se relaciona literalmente por abrigar campos de extração de inúmeros minérios, principalmente ouro,[8] denominadas "minas gerais", em oposição às minas particulares ou por sua variedade de tipos de minério.[9] No início do século XVIII, a região era simplesmente denominada Minas.[8] Em 1710, surge a capitania de São Paulo e Minas de Ouro e, em 1720, desmembra-se dela a capitania de Minas Gerais.[8]