Mem Soares de Melo

Mem Soares de Melo (m. 1262[1]) foi um nobre do Reino de Portugal e o 1.º Senhor de Melo. Exerceu o cargo de alferes-mor do rei D. Afonso III de Portugal tendo participado com este rei na Tomada de Faro ocorrida em 1249.

Biografia

Foi Rico-homem do Conselho do rei D. Afonso III de Portugal em 1248,[1] tendo-o acompanhado na Conquista do Algarve e na Tomada de Faro em 1249. Aparece documentado na Cúria algarvia com o título de privatus regis.

Exerceu o cargo de Governador na cidade de Gouveia corria o ano de 1258 e na cidade Leiria em 1254.[1]

Foi o 1.º da sua linhagem e usar o nome Melo, que foi buscar aos seus territórios na e honra de Melo, no termo da cidade de Gouveia.

No ano de 1304, na documentação deixada pelos seus netos no acto de uma partilha de património é informado que a esta propriedade se anexavam vários bens nas localidades de Folgosinho, Gouveia, Vila Cortês da Serra e Linhares. Era ainda referido a propriedade de Vitorino dos Piães e os casais de Aborim e Cossourado, e vários outros bens que possuía nas localidade de Ponte de Lima e de Barcelos.

Em 1243, junho, recebeu conjuntamente com a sua esposa parte de uma herdade localizada entre a Covilhã e Manteigas.[1]