Maurícia
English: Mauritius

Disambig grey.svg Nota: ""Maurício"" redireciona para este artigo. Para outros significados, veja Maurício (desambiguação).
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações (desde dezembro de 2009). Ajude a este artigo inserindo fontes.
République de Maurice (francês)
Republic of Mauritius (inglês)
Republik Moris (crioulo mauriciano)
Bandeira da Maurícia
Brasão de armas da Maurícia
BandeiraBrasão de armas
Lema: Stella Clavisque Maris Indici (Latim: "Estrela e chave do Oceano Índico")
Hino nacional: Motherland (Terra Mãe)
Gentílico: mauriciano(a)

Localização da/do MauríciaPE / MaurícioPB

Localização da Ilha Maurícia
CapitalPort Louis
20°10′S 57°31′E
Cidade mais populosaPort Louis
Língua oficialnenhuma (de jure)
crioulo mauriciano (de facto), francês e inglês
GovernoRepública parlamentarista
 - PresidenteBarlen Vyapoory
 - Primeiro-ministroPravind Jugnauth
Independênciado Reino Unido 
 - Declarada12 de março de 1968 
 - República12 de março de 1992 
Área 
 - Total2040 km² (179.º)
 - Água (%)0,05
População 
 - Estimativa para 20171 356 388[1] hab. (156.º)
 - Censo 20111 236 817[2] hab. 
 - Densidade606,28 hab./km² 
PIB (base PPC)Estimativa de 2006
 - TotalUS$ 16,0 bilhões (119.º)
 - Per capitaUS$ 13 703 (51.º)
IDH (2017)0,790 (65.º) – alto[3]
MoedaRupia mauriciana (MUR)
Fuso horárioTempo da Maurícia (UTC+4)
 - Verão (DST) (UTC+5)
Org. internacionaisCPLP
Bandeira da Francofonia Francofonia
União Africana
Comunidade das Nações
Cód. Internet.mu
Cód. telef.+230

Mapa da/do MauríciaPE / MaurícioPB

1 Inglês é a única língua citada na Constituição. Porém, a extensa maioria da população é fluente apenas em Língua crioula e o francês é compreendido até mesmo nas áreas rurais.

Maurícia (pt) ou Maurício (pt-BR) (em inglês Mauritius, em francês Maurice, em crioulo mauriciano Moris), oficialmente República da Maurícia ou República de Maurício (em inglês Republic of Mauritius, em francês République de Maurice, em crioulo mauriciano Repiblik Moris)[4], é um país insular do oceano Índico, a cerca de 2.000 km da costa sudeste do continente africano. O país inclui as ilhas Maurícia e Rodrigues, a 560 km a leste da ilha Maurícia, e as ilhas exteriores (Agalega e as ilhas Cargados Carajos, conhecida oficialmente como Saint-Brandon). O país também reivindica o Arquipélago de Chagos, que faz parte do Território Britânico do Oceano Índico, e também reivindica a ilha de Tromelin, que faz parte das Terras Austrais e Antárticas Francesas. As ilhas Maurícia e Rodrigues fazem parte das Ilhas Mascarenhas, junto com a vizinha Reunião, um departamento ultramarino francês. A área do país é de 2.040 km². A capital e maior cidade é Port Louis. O país é membro da Commonwealth, da Francofonia e da União Africana.

Anteriormente uma colónia holandesa (1638–1710) e uma colónia francesa (1715–1810), as Maurícias tornaram-se uma possessão colonial britânica em 1810 e assim permaneceu até 1968, ano em que alcançou a independência. A colónia da Coroa Britânica de Maurício incluiu os territórios atuais das Ilhas Maurícia, Rodrigues, as ilhas exteriores de Agalega, Saint-Brandon, Arquipélago de Chagos e Seychelles. Os territórios mauricianos gradualmente evoluíram com a criação de uma colônia separada de Seychelles em 1903 e a excisão do arquipélago de Chagos em 1965. A soberania sobre o arquipélago de Chagos é disputada entre Maurício e Reino Unido. O Reino Unido extirpou o arquipélago do território mauriciano em 1965, três anos antes da independência da Mauritânia. O Reino Unido gradualmente despovoou a população local do arquipélago e alugou a sua maior ilha, Diego Garcia, aos Estados Unidos. O acesso ao arquipélago é proibido a turistas ocasionais, os media e os seus antigos habitantes. As Maurícias também reivindicam a soberania sobre a ilha de Tromelin á França.

O povo mauriciano é multiétnico, multirreligioso, multicultural e multilingue. O governo da ilha segue o sistema parlamentarista de Westminster, as Maurícias são altamente classificadas em democracia , em liberdade económica e política. O Índice de Desenvolvimento Humano das Maurícias é o mais alto de África. Juntamente com as outras ilhas Mascarenhas. As Maurícias são conhecidas pela sua flora e fauna variadas, com muitas espécies endémicas da ilha. A ilha é amplamente conhecida como a única casa conhecida do dodo, que, juntamente com várias outras espécies de aves, foi extinta por atividades humanas relativamente pouco depois do assentamento da ilha. As Maurícias são o único país da África onde o hinduísmo é a religião mais praticada. A administração usa o inglês como idioma principal, embora não haja um idioma oficial definido e sejam também usados pela população o francês e o crioulo mauriciano.

Etimologia

Local de visita de marinheiros que vieram da Arábia durante o século XV[5] e nomeado em língua árabe como Diva Mashriq (المغنية المشرق),[6] "ilha oriental"[6], a Maurícia de hoje (da língua inglesa Mauritius e do francês Maurice) é visível nos mapas da época.[7] Um século depois, troca-se o nome pelo de Cirne, recebendo dos portugueses,[8] pelos quais foi encontrada deserta e não tiveram o desejo de ocupação,[5] e depois pelo de Mascarenhas, que descobriu a vizinha ilha de Reunião.[9] Os holandeses, que chegaram em 1580, chamaram-lhe Maurícias, deferindo-se ao stathouder Maurício de Nassau.[10] Depois de os Países Baixos entregaram á Companhia Francesa das Índias Orientais, em 1715, a colónia começou a ser chamada " Ilha de França".[11] Durante o século XIX, quando a ilha passou a ser administrada pelo Reino Unido, foi retomado o nome Maurícias, conservado atualmente .[11] Em português, o uso e as fontes lexicográficas têm, no entanto, privilegiado a forma Maurícia,[12][13][14][15][16][17] a par de (Ilhas) Maurícias.[16][18]