Mapa
English: Map

Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Mapa (desambiguação).
Mapa de Portugal em 1561.

Um mapa (do termo latino mappa) é uma representação visual de uma região. São, geralmente, representações bidimensionais de um espaço tridimensional.[1] A ciência da concepção e fabricação de mapas designa-se cartografia. Por vezes, a cartografia se debruça sobre a projeção de superfícies curvas sobre superfícies planas, no processo chamado planificação. Os mapas são uma expressão da necessidade humana de conhecer e representar o seu espaço.

História

Os mapas mais antigos que se conhecem foram encontrados na antiga cidade de Çattal Huyulk, na Turquia, e datam de cerca de 6204 a.C., estando desenhados numa parede. Existem, também, mapas em outras culturas ancestrais, como, por exemplo, a asteca, a esquimó, a mesopotâmica etc. Com a invenção do papel, passaram os mapas a ser desenhados em folhas (talvez daí subsista, quase como sinônimo, a palavra carta), mais concretamente do termo grego que designava as folhas de papiro usadas na execução dos mapas, e que era karte. O termo carta é, normalmente, usado para referir mapas antigos. Na Idade Média, os mapas em uso na Europa eram frequentemente centrados em Jerusalém, e com o Oriente para cima.

Um dos grandes passos na evolução dos mapas é dado na época dos Descobrimentos, quando as áreas representadas passaram a ser bem maiores que anteriormente e surgiu a necessidade de se obter bons níveis de precisão para se conseguir navegar com relativa segurança.

Em latim, mappa designava lenço e mappa mundi era o mundo em um lenço.[carece de fontes?]