Malawi
English: Malawi

Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde dezembro de 2015). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser acadêmico)
Dziko la Malaŵi (nianja)
Republic of Malawi (inglês)

República do Malawi[1]
Bandeira do Malawi
Brasão de armas do Malawi
BandeiraBrasão de armas
Lema: "Unity and Freedom"
("Unidade e Liberdade")
Hino nacional: "Mulungu dalitsani Malawi" ("Deus proteja o Malawi")
Gentílico: malauiano(a);[2][3][4][5][6][7][8][9][10] malawiano(a);[4][6][11][12][13][14] malaviano(a);[4][6][15][16][17][18] malawiense;[19] malauiense;[4][20] malaui;[4][21] malauita;[4] malavita[4]

Localização República do Maláui

Capital33° 47' E
Cidade mais populosaLilongwe
Língua oficialInglês
(o Chewa tem status de língua nacional)[22]
GovernoRepública presidencialista
 - PresidentePeter Mutharika
 - Vice-presidenteSaulos Chilima
 - Presidente do ParlamentoPatrick Nyirenda
Independênciado Reino Unido 
 - Data6 de julho de 1964 
Área 
 - Total118 484 km² (97.º)
 - Água (%)20,6
 FronteiraTanzânia (N e E), Moçambique (E, S e W), e Zâmbia (W)
População 
 - Estimativa para 201618 091 575[23] hab. (64.º)
 - Densidade130 hab./km² (72.º)
PIB (base PPC)Estimativa de 2017
 - TotalUS$ 22,658 bilhões (138.º)
 - Per capitaUS$ 1,182 (168.º)
IDH (2015)0,476 (170.º) – baixo[24]
Gini (2004)39,0[25]
MoedaKwacha malawiana (MWK)
Fuso horário(UTC+2)
 - Verão (DST)não observado (UTC+2)
ClimaTropical
Org. internacionaisONU, UA, SADC, Comunidade das Nações
Cód. ISOMWI
Cód. Internet.mw
Cód. telef.+265
Website governamentalhttp://www.malawi.gov.mw/

Mapa República do Maláui

O Malawi,[26][27][28] Maláui,[29][30][31][32][33][34][35] ou Malaui [36][37] (do nianja Malaŵi, "o sol nascente"),[38][39] oficialmente República do Malawi,[40] é um país da África Oriental, limitado a norte e a leste pela Tanzânia, a leste, sul e oeste por Moçambique e a oeste pela Zâmbia. Sua capital é Lilongwe. Parte da região oriental do país é banhada pelo Lago Niassa (chamado, no país, Lake Malawi). O inglês é a língua oficial.[41]

Desde sua independência do Reino Unido em 1964, o Malawi é oficial e legalmente (de acordo com a constituição) - e também na prática - uma república presidencial multipartidária e uma democracia representativa, na qual o chefe de estado e de governo é o presidente da República.[42]

O Malawi possui como maior cidade e também capital a cidade de Lilongwe, que abriga um aeroporto internacional e o museu de Kamuzu, um importante destino turístico do país. A capital Lilongwe é uma região de forte polo industrial nas áreas de agricultura e o turismo, e em menor escala a pecuária.[43]

Nome do país - grafias em português

Devido ao fato de que, até a entrada em vigor do novo Acordo Ortográfico, a letra "w" sequer existia oficialmente na língua portuguesa[carece de fontes?], o nome do país teve de ser adaptado - e o foi, de diferentes formas: certas fontes chegaram a regist(r)ar Malavi e Malávi como formas aportuguesadas (com o gentílico malaviano), seguindo a lógica de transposição do "w" por "v" que se deu historicamente, por exemplo, em vocábulos de origem alemã. Outras fontes (por exemplo o dicionário brasileiro Michaelis) assignaram à última letra do nome do país, o "i", o acento marcador da tonicidade da palavra (Malauí, ou, inclusive, Malavi).[44]

Desde logo, no entanto, entre as várias alternativas, sobressaiu a pronunciada "Maláui"[44] - portanto, com o "w" transposto a "u", não a "v", e com o acento de tonicidade no segundo "a" - ambos refletindo adequadamente a pronúncia original do nome do país, tanto em inglês quanto em nianja.

Dos dois principais dicionários brasileiros, o Aurélio grafa Maláui,[45] mas o Houaiss escreve "Malaui" (embora fazendo a observação, em nota, que a pronúncia correta seria "-áu-i", não "-auí"). O Ministério das Relações Exteriores do Brasil e o Manual de Redação da Folha de S.Paulo usam Maláui.[46][47]

Também escrevem "Maláui" o Dicionário Aulete, o Dicionário Priberam e a União Europeia em português.[48]

O Acordo Ortográfico de 1990, porém, incorporou oficialmente a letra "w" (além do "k" e do "y") à grafia oficial da língua portuguesa, explicitamente mencionando o nome do país e seu adjetivo pátrio como palavras que poderiam agora, em português, ser grafadas com "w": "Malawi" e "malawiano" - grafias essas que, embora tenham sido preteridas em Portugal e no Brasil pelas formas com "u", são as mais difundidas em países africanos de Língua Oficial Portuguesa, como Angola[26] e Moçambique.[27] A portuguesa Porto Editora também usa a forma original africana "Malawi" (e, como gentílico, malawiano).[49]

Processo similar deu-se com o nome da capital do país, Lilongwe, porém aportuguesada como Lilongué em Portugal[48] e, até a queda do trema com o Acordo Ortográfico de 1990, Lilongue no Brasil.[47]