Malaca
English: Malacca

Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde junho de 2017). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser acadêmico)
Malaca

Melaka

Melaka Negeri Hang Tuah/Melaka Negeri Bersejarah

  Estado  
Bandeira de Malaca
Bandeira
Brasão de armas de Malaca
Brasão de armas
Lema: Bersatu Teguh
Localização de Malaca na Malásia
Localização de Malaca na Malásia
Hino: Melaka Maju Jaya
Coordenadas2° 12' N 102° 15' E
País Malásia
CapitalMalaca
Administração
- Yang di-Pertua NegeriMohd Khalil Yaakob
- Ministro-chefeIdris Haron
Área [1]
- Total1 664 km²
População (2010) [1]
 - Total788 706
    • Densidade474 hab./km²
Código postal75xxx a 78xxx
Código de área06
Websitewww.melaka.gov.my

Malaca (em malaio, Melaka) é o terceiro menor estado da Malásia.

Embora Malaca já tenha sido um dos mais antigos sultanatos malaios, o estado atualmente não é governado por um sultão e sim por um governador (Yang di-Pertua Negeri).

Em 2008 foi declarada Património Mundial pela UNESCO. Da presença portuguesa na cidade sobrevivem a Igreja de São Paulo e a Porta de Santiago da Fortaleza de Malaca, conhecida como "A Famosa".

Etimologia e uso

Segundo J.P. Machado,[2] a etimologia do topónimo português Malaca é controversa, embora seja provável uma origem malaia; João de Barros regista que o termo na língua local significaria "homem desterrado".[3] Alternativamente, outros autores apontam um termo sânscrito (malaca) para a árvore Phyllantus emblica, abundante na região, como a origem do topónimo. O primeiro registo da forma "Malaca" em português parece ser em Gil Vicente,[4] datado de 1562; fontes escritas anteriores adotavam as grafias "Melequa" e "Melaca". O gentílico "malaquês", formado com base no topónimo, é encontrado em português a partir de 1552.[5]

No Brasil, o topônimo aparece com acentuação diversa: "Málaca".[6][7]