Londres

Disambig grey.svg Nota: Para por outras localidades com o mesmo nome, veja London (desambiguação).
London
Londres
Topo: Panorama da Cidade de Londres, com Canary Wharf ao fundo, Meio à esquerda: Big Ben e placa do metrô, Meio à direita: London Eye e Palácio de Buckingham, Abaixo: panorama da Tower Bridge sobre o rio Tâmisa.
Topo: Panorama da Cidade de Londres, com Canary Wharf ao fundo, Meio à esquerda: Big Ben e placa do metrô, Meio à direita: London Eye e Palácio de Buckingham, Abaixo: panorama da Tower Bridge sobre o rio Tâmisa.
Localização da Grande Londres na Inglaterra.
Localização da Grande Londres na Inglaterra.
País Inglaterra,
 Reino Unido
PrefeitoSadiq Khan
Área 
  Total1579 km²
População 
  Cidade (2017)8 825 000[1]
  Metro12-14 milhões
   -Densidade metropolitana  12 331/km²
Website: www.london.gov.uk

Londres (em inglês: London, AFIˈlʌndən) é a capital da Inglaterra e do Reino Unido. Por dois milênios, foi um grande povoado e sua história remonta à sua fundação pelos romanos, quando foi nomeada Londínio.[2] O centro de Londres, a antiga City of London, também conhecida como The Square Mile ("a milha quadrada") ou The City, mantém suas fronteiras medievais. Pelo menos desde o século XIX, o nome "Londres" se refere à metrópole desenvolvida em torno desse núcleo.[3] Hoje, a maior parte dessa conurbação constitui a região da Grande Londres,[4] cuja área administrativa[5] tem seu próprio prefeito eleito e assembleia.[6]

Londres é uma importante cidade global (ao lado de Nova Iorque, Tóquio e Paris) e é um dos maiores, mais importantes e influentes centros financeiros do mundo.[7][8][9][10][11] O centro de Londres abriga a sede de mais da metade das 100 melhores companhias do Reino Unido (o índice FTSE 100) e mais de 100 das 500 maiores da Europa. Londres possui forte influência na política, finanças, educação, entretenimento, mídia, moda, artes e cultura em geral, o que contribui para a sua posição global.[11] É um importante destino turístico para visitantes nacionais e estrangeiros. Londres sediou os Jogos Olímpicos de Verão de 1908, 1948 e 2012.[12]

Londres tem uma gama diversa de povos, culturas e religiões e mais de 300 idiomas são falados em seu território.[13] Em julho de 2007, a população oficial era de 7 556 900 habitantes dentro dos limites de Londres,[14] tornando-se o município mais populoso da União Europeia.[15] Sua área urbana (a segunda maior da UE) tem uma população de 8 278 251 habitantes,[16] enquanto a região metropolitana (a maior da UE) tem uma população total (rural e urbana) estimada entre 12 milhões[17] e 14 milhões de habitantes.[18] O Metrô de Londres, administrado pela Transport for London, é a mais extensa rede ferroviária subterrânea do mundo,[19][20][21] o Aeroporto de Londres Heathrow é o aeroporto mais movimentado do mundo em número de passageiros internacionais.[22] e o espaço aéreo da cidade é o mais movimentado do qualquer outro centro urbano do mundo.[23]

A cidade possui quatro Patrimônios Mundiais: a Torre de Londres; os Reais Jardins Botânicos de Kew; o local que compreende o Palácio de Westminster, a Abadia de Westminster e a Igreja de Santa Margarida; e o local histórico de Greenwich (onde o Observatório Real de Greenwich marca o meridiano primário, 0° longitude e GMT).[24] Outros marcos famosos incluem o Palácio de Buckingham, a London Eye, Piccadilly Circus, a Catedral de São Paulo, a Tower Bridge, a Trafalgar Square e o The Shard. Londres é a sede de inúmeros museus, galerias, bibliotecas e outras instituições culturais, como o Museu Britânico, a National Gallery, Tate Modern e a Biblioteca Britânica.[25] O metrô de Londres é a mais antiga rede ferroviária subterrânea do mundo.[20][21]

Etimologia

A etimologia de Londres é incerta.[26] O termo é antigo, pode ser encontrado em fontes do século II. Em 121. a cidade foi registrada como Londinium (Londínio), o que aponta para a sua origem romano-britânica.[26] A primeira tentativa de explicação (agora desconsiderada) para o surgimento do nome da cidade é atribuída a Godofredo de Monmouth em sua obra Historia Regum Britanniae.[26] Monmouth afirma que o nome se originou a partir do hipotético Rei Lud, que havia sido levado para a cidade e a nomeou de Kaerlud.[27]

Em 1898, era comumente aceito que o nome era de origem celta e que significa lugar pertencente a um homem chamado * Londinos; esta explicação já foi rejeitada.[26] Richard Coates apresenta uma outra explicação em 1998, dizendo que a palavra Londres é derivada do termo do antigo europeu pré-céltico *(p)lowonida, ou rio muito largo para vadear, e sugeriu que este era um nome dado para a parte do rio Tâmisa que atravessa Londres; a partir deste termo, o assentamento ganhou a forma céltica de seu nome, * Lowonidonjon;[28] no entanto, isso requer uma alteração bastante complexa. A dificuldade reside em conciliar a forma latina Londinium com a forma em galês moderno Llundain, que deveria exigir a forma *(h)lōndinion (em oposição a *londīnion), a partir de *loundiniom. Até 1889, o nome "Londres" oficialmente aplicada apenas para a cidade de Londres, mas, desde então, também se referiu ao Condado de Londres e, agora, à Grande Londres.[3]