Literatura da Rússia

Alexander Pushkin - O pai da literatura russa moderna

A literatura da Rússia (em russo: Русская литература trans. Russkaya Literatura lit. Literatura russa) refere-se a todos os autores russos (quer da Rússia, quer dos territórios incorporados ao longo da História) dos mais variados estilos textuais ao longo dos tempos.

A literatura russa, introduzida no ocidente na segunda metade do século XIX, conta entre os grandes mestres da literatura universal; autores como Alexander Pushkin, Fiodor Dostoievski, Liev Tolstoi, Saltykov-Shchedrin, Anton Tchekhov, Mikhail Lérmontov, Nikolai Leskov. Grandes livros foram lançados como Guerra e Paz, Anna Karenina, Contos de Petersburgo, entre outros. A grande literatura da Rússia começa com Alexander Pushkin que é considerado o fundador da literatura russa contemporânea. Mas é na segunda parte do século XIX que a literatura ganha um grande destaque mundial com os autores Liev Tolstoi e Fiodor Dostoievski. Com a URSS, a literatura é muito condicionada sob o poder comunista; muitos escritores foram exilados para o oeste, outros condenados ao Gulag.

A literatura russa pode ser dividida em eras consoante o tempo como abaixo indicadas.

Era Antiga

Da era antiga são poucos os autores conhecidos. Grande parte deles eram desconhecidos ou simplesmente anônimos. Baseava-se sobretudo o cotidiano ou sobre a fusão entre a religião cristã e as crenças pagãs. Nesta época foi escrita a obra-prima poética nacional antes Puchkin, o Poema da Campanha de Igor.