Links

Links
Logótipo
Captura de tela
Links mostrando a página inicial da Wikipédia em espanhol.
AutorMikuláš Patočka
Desenvolvedorvários (SourceForge)
Lançamento1999
Versão estável2.10[1] (julho-2015)
Sistema operacionalWindows, OS X, OS/2, Unix-like
Gênero(s)Navegador WWW
LicençaGNU GPL
Página oficiallinks.twibright.com

Links é um web browser free/open source gráfico e de linha de comando com um sistema de menu.[2] Ele renderiza páginas complexas, tem suporte parcial ao HTML 4.0 (incluindo tabelas e frames[3] e suporte a configuração de caracteres multiplos tais como UTF-8), suporte a terminais coloridos e monocromáticos e permite rolagem horizontal.

Ele é voltado para usuários que querem manter elementos típicos de interfaces gráficas de usuário (janelas pop-up, menus etc.) em um ambiente somente de texto.

Apesar do nome semelhante, não há uma relação de proximidade de qualquer espécie com o também navegador em modo texto Lynx.

A versão original do Links foi desenvolvida por Mikuláš Patočka na República Tcheca. Seu grupo, Twibright Labs, desenvolveu posteriormente a versão 2 do browser Links, que mostra imagens, renderiza fontes em diferentes tamanhos (com spatial anti-aliasing) e suporta JavaScript (versões posteriores a 2.1pre28). O navegador resultante é muito rápido, mas muitas páginas não renderizam como ela foram intencionadas. O modo gráfico funciona até em sistemas Unix sem o X ou qualquer outro ambiente gerenciador de janelas instalado, usando ou a SVGALib ou o framebuffer do sistema da placa de vídeo.

Características gráficas

A pilha de gráficos tem peculiaridades incomuns para um navegador web. As fontes exibidas pelo Links não são derivadas do sistema, mas compiladas no binário como bitmaps em tons de cinza em formato PNG. Isto permite que o navegador seja um único arquivo executável independente das bibliotecas de sistema, no entanto, aumenta o tamanho do executável.

As fontes são antialiased sem hinting. A amostragem de subpixel aumenta ainda mais a legibilidade em monitores LCD. Isto permitiu o Links ter fontes com anti-aliasing em uma época em que fontes anti-aliasing eram incomuns.

Links usa uma técnica similar ao motor de composição de cores Floyd-Steinberg dithering para maximizar a velocidade do motor de composição sem usar otimização por assembler, que não é portável.

Links possui drivers de vídeo para o X Server, Linux framebuffer, svgalib, OS/2 PMShell e AtheOS GUI. Isso permite que ele funcione em modo gráfico até em plataformas que não possuem o X Server.