Leovigildo

  • leovigildo
    nascimento 525
    morte 21 de abril de 586 (61 anos)
    toledo
    filho(s) são hermenegildo, recaredo i
    ocupação soberano
    religião arianismo
    [edite no wikidata]
    espânia em 586, depois das conquistas de leovigildo (datas das conquistas no mapa)

    leovigildo (nascimento em data desconhecida - toledo, abril/maio de 586)[1] foi rei dos visigodos do reino de toledo no período de 569 d.c. a 586 d.c. e professava o arianismo. fortaleceu a autoridade real em toda a hispânia. pacificou revoltas em córdova e em ourense. dominou províncias distantes como cantábria e astúrias.[2]

    em 575, atacou os montes aregenses em resposta à batalha do rei suevo miro.

    o seu filho, hermenegildo, era católico e revoltou-se contra o pai, que era ariano. leovigildo ocupou mérida e cercou sevilha. o filho pediu apoio do exterior. suevos foram em sua ajuda. o rei miro morreu em batalha em 583. eborico, seu filho, passou a ser o rei suevo, aliado de leovigildo.

    leovigildo resolveu anexar o reino suevo da galiza, e em 585 juntou os dois reinos. morreu em 586.[2]

    referências

  • bibliografia
  • ligações externas

Leovigildo
Nascimento 525
Morte 21 de abril de 586 (61 anos)
Toledo
Filho(s) São Hermenegildo, Recaredo I
Ocupação soberano
Religião arianismo
Espânia em 586, depois das conquistas de Leovigildo (datas das conquistas no mapa)

Leovigildo (nascimento em data desconhecida - Toledo, abril/maio de 586)[1] foi rei dos Visigodos do Reino de Toledo no período de 569 d.C. a 586 d.C. e professava o arianismo. Fortaleceu a autoridade real em toda a Hispânia. Pacificou revoltas em Córdova e em Ourense. Dominou províncias distantes como Cantábria e Astúrias.[2]

Em 575, atacou os montes Aregenses em resposta à batalha do rei suevo Miro.

O seu filho, Hermenegildo, era católico e revoltou-se contra o pai, que era ariano. Leovigildo ocupou Mérida e cercou Sevilha. O filho pediu apoio do exterior. Suevos foram em sua ajuda. O rei Miro morreu em batalha em 583. Eborico, seu filho, passou a ser o rei suevo, aliado de Leovigildo.

Leovigildo resolveu anexar o Reino Suevo da Galiza, e em 585 juntou os dois reinos. Morreu em 586.[2]

Referências

  1. http://global.britannica.com/biography/Leovigild Página acessada em 20 de janeiro de 2016.
  2. a b GEARY, Patrick (2005). O mito das nações. A invenção do nacionalismo. 1 1 ed. São Paulo: Conrad. 223 páginas. ISBN 85-7616-120-6