Lao Zi
English: Laozi

Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre o filosofo Lao zi ou Laozi. Para o livro também conhecido como Laozi, veja Tao Te Ching.
Lao Zi
老子
Lao Zi montado sobre um búfalo d'água.


Tradução literal"Criança velha", "jovem mestre", "adolescente maduro"[1]
Hanyu PinyinLǎozǐ
Wade-GilesLao Tzu
Outras grafiasLao Tse, Lao-Tsé<[1] Laotse, Lao Tze, Laotze, Lao Tzu, Laotzu
Nome realLǐ Ěr
Nome cortêsBóyáng
Título póstumoLǐ Dān
Nome completoLǐ Ěr
NascimentoEntre os séculos XIV e IV a.C.
Dinastia Zhou
Morte531 a.C.
NacionalidadeChinês
EtniaChinês han
OcupaçãoSuperintendente judicial dos arquivos imperiais
ProfissãoHistoriador real
Bibliotecário
Principais trabalhosTao Te Ching e Huahujing
Escola/tradiçãoTaoismo
Laozi

Laozi (Chinese characters).svg

Caracteres chineses "Lao Zi" em escritura de selo (acima) e regular (abaixo)
Chinês: 老子
Significado literal"Velho Mestre"

Lao Zi ou Laozi (também conhecido como Lao-Tzu[2] e Lao-Tze, chinês simplificado: 老子, pinyin: Lǎozǐ, literalmente "Velho Mestre") foi um filósofo e escritor da Antiga China. É conhecido por ser o autor do importante livro Tao Te Ching,[3] o fundador do taoismo filosófico e uma divindade no taoismo religioso e nas religiões tradicionais chinesas.

Embora seja uma figura lendária, Lao Zi é geralmente situado por volta do século VI a.C. e pensa-se que foi coevo de Confúcio, mas alguns historiadores acreditam que ele viveu no Período do Estados Combatentes algures nos séculos V e IV a.C.[4] É uma personagem chave na cultura chinesa, sendo que tanto os imperadores da dinastia Tang como as pessoas hodiernas do apelido Li, consideram-no o fundador da sua linhagem. O trabalho de Lao Zi tem sido adoptado por vários movimentos anti-autoritários[5] e pelo legalismo chinês.[6]

Nomes

Segundo os registros tradicionais, o nome real de Lao Zi é tido geralmente como Li Er (, Ant.  *ʔ Nəʔ,[7] Pin. Lǐ Ěr) e o seu nome de cortesia como Boyang (trad. , simp. , Ant. *Pˤrak-lang,[7] Pin. Bóyáng). Um nome póstumo proeminente era Li Dan (, Lǐ Dān).[8][9][10]

Lao Zi é um título honorífico: (Ant.  *rˤuʔ, "velho, venerável"[7]) e (Ant.  *tsə, "mestre"[7]). Tem sido romanizado de várias maneiras, levando por vezes à confusão. A forma mais comum hodiernamente é Laozi ou Lǎozǐ,[11] baseada no sistema de transliteração Hanyu Pinyun, adoptado pela República Popular da China em 1958[12] e por Taiwan em 2009.[13] Ao longo do século XX, Lao-tzu[nota 1] era mais comum,[11] baseada no outrora dominante sistema Wade-Giles. No século XIX, o título costumava ser romanizado como Lao-tse.[11] [nota 2] Outras variantes são Lao-tze[nota 3] e Lao-tsu.[nota 4]

Tsé é o sufixo de muitos nomes chineses, indicando menino, menina, jovem e adolescente. De maneira que podemos transliterar Lao-Tsé por "jovem sábio" ou "adolescente maduro".[1]

Sendo uma figura religiosa, ele é adorado com o nome de "Senhor Velho Supremo" (太上老君, Tàishàng Lǎojūn)[14] e como um dos "Três Puros". Durante a dinastia Tang, ele recebeu o título de "Imperador Supremamente Misterioso e Primordial" (太上玄元皇帝, Tàishàng Xuānyuán Huángdì).[15]