Karl August Wittfogel

Karl August Wittfogel (Woltersdorf, 6 de setembro de 1896Nova Iorque, 12 de maio de 1988) foi um sociólogo e sinólogo alemão, conhecido por ter formulado uma teoria explicativa das sociedades antigas denominada "hipótese causal hidráulica". A princípio marxista e membro ativo do Partido Comunista da Alemanha, tornou-se um conservador e anticomunista convicto após a Segunda Guerra Mundial.

Biografia

Karl August Wittfogel nasceu em 6 de setembro de 1896, em Woltersdorf, na Baixa Saxônia alemã. Estudou filosofia, história sociologia e geografia na Universidade de Leipzig e também em Munique, Berlim e Rostock, voltando para Berlim em 1919. Começou a estudar sinologia em Leipzig em 1921, tendo antes sido convocado para lutar na Primeira Guerra Mundial.

Em 1920, filiou-se ao Partido Comunista alemão (KPD) e em 1928 recebeu o título de doutor pela Universidade de Frankfurt, defendendo a tese intitulada A importância econômica das forças produtivas agrárias e industriais na China (Die ökonomische Bedeutung der agrikolen und industriellen Produktivkräfte Chinas).[1] Durante esse tempo, Wittfogel foi um membro bastante ativo do Partido Comunista, tecendo duras críticas aos seus inimigos.[2] Quando Hitler subiu ao poder, em 1933, Wittfogel tentou fugir para a Suíça, mas foi preso. Sua libertação, no ano seguinte, se deu em meio a grande apelo internacional.[3]

Wittfogel deixou a Alemanha para se estabelecer a princípio na Inglaterra e depois nos Estados Unidos. Seu apoio à União Soviética ruiu após a aliança entre Stalin e Hitler, e ele passou a se opor com veemência à natureza totalitária e "asiática" do comunismo russo e chinês, de Lênin a Mao. Voltou-se contra seus antigos camaradas e denunciou alguns deles nas audiências do comitê McCarran, em 1951. Wittfogel passou a defender que as economias guiadas pelo Estado no Bloco Soviético levariam inevitavelmente a governos despóticos ainda mais opressivos do que os da "Ásia tradicional", e que esses regimes seriam as maiores ameaças ao futuro da humanidade.

Wittfogel casou-se com a antropóloga americana Esther Schiff Goldfrank em 1940, tornando-se cidadão americano no ano seguinte. Ele foi professor na Universidade de Columbia a partir de 1930, e depois professor de história da China na Universidade de Washington, de 1947 a 1966. Morreu em 25 de maio de 1988.