Jorge Viana
English: Jorge Viana

Jorge Viana
Viana em abril de 2018.
Senador pelo Acre
Período1º de fevereiro de 2011
até 31 de janeiro de 2019
15º Governador do Acre
Período1º de janeiro de 1999
até 1º de janeiro de 2007
AntecessorOrleir Cameli
SucessorBinho Marques
10º Prefeito de Rio Branco
Período1º de janeiro de 1993
até 1º de janeiro de 1997
AntecessorJorge Kalume
SucessorMauri Sérgio
Dados pessoais
Nascimento20 de setembro de 1959 (59 anos)
Rio Branco, Acre, Brasil
CônjugeDolores Nieto
PartidoPT
ProfissãoEngenheiro florestal
AssinaturaAssinatura de Jorge Viana
Disambig grey.svg Nota: Se procura o político baiano, homônimo deste, veja Jorge Viana Dias da Silva.

Jorge Ney Viana Macedo Neves (Rio Branco, 20 de setembro de 1959) é um engenheiro e político brasileiro, filiado ao Partido dos Trabalhadores (PT). Foi 1º vice-presidente do Senado Federal.[1]

Início

Jorge Viana é engenheiro florestal formado na Universidade de Brasília. Nos anos 80, prestou assessoria ao movimento dos trabalhadores rurais e seringueiros e contribuiu com a criação da Fundação de Tecnologia do Acre (Funtac), instituição de pesquisa para manejo e uso sustentável dos recursos florestais, da qual se tornou dirigente durante a gestão do então governador Flaviano Melo (PMDB). Sua preocupação com a utilização de forma inteligente do potencial madeireiro do Acre o aproximou do ambientalista Chico Mendes, então presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Xapuri.

Em 1990, sem nenhuma experiência anterior de disputa eleitoral, Viana aceitou o convite do Partido dos Trabalhadores para ser candidato a governador do Acre e tornou-se o primeiro candidato do PT a disputar o segundo turno de uma eleição estadual no Brasil.

Apesar da derrota eleitoral por treze mil votos de diferença em relação ao seu adversário, Edmundo Pinto, Viana contribuiu para a consolidação da Frente Popular do Acre, que menos de dez anos depois se tornaria a maior força política do estado.