Johannes Diderik van der Waals

Johannes Diderik van der Waals Medalha Nobel
Conhecido(a) porEquação de Van der Waals, Forças de Van der Waals
Nascimento23 de novembro de 1837
Leiden, Holanda do Sul
 Países Baixos
Morte8 de março de 1923 (85 anos)
Amesterdão, Holanda do Norte
 Países Baixos
NacionalidadePaíses Baixos Neerlandês
Alma materUniversidade de Leiden
PrêmiosNobel prize medal.svg Nobel de Física (1910)
Orientador(es)Pieter Rijke[1]
Orientado(s)Willem Hendrik Keesom, Diederik Korteweg, Philip Kohnstamm
InstituiçõesUniversidade de Amsterdã
Campo(s)Física
Tese1873: Over de Continuiteit van den Gas- en Vloeistoftoestand

Johannes Diderik van der Waals (Leiden, 23 de novembro de 1837Amsterdã, 8 de março de 1923) foi um físico neerlandês que formulou equações descrevendo os estados líquido e gasoso, trabalho fundamental para a medição do zero absoluto.

Ele tentou descobrir por que as equações de Robert Boyle e Jacques Charles não correspondiam exatamente à forma de comportamento dos gases e líquidos. Concluiu que o tamanho da molécula e a força que atua entre elas afetam seu comportamento. Embora as moléculas de gás sejam extremamente pequenas, cada uma delas tem um tamanho diferente - circunstância que afeta o comportamento das moléculas de diferentes gases. As forças que atuam entre as moléculas de um gás são denominadas forças de van der Waals. Em virtude desse trabalho, Johannes van der Waals foi agraciado com o Nobel de Física de 1910.

Biografia

Van der Waals nasceu em Leiden, nos Países Baixos, ele era o mais velho dos 10 filhos de Jacobus van der Waals, um carpinteiro, e Elisabeth van den Burg. Tornou-se professor escolar, e posteriormente foi autorizado a estudar na universidade, apesar da sua deficiência de educação no campo das idiomas clássicos. Estudou de 1862 até 1865, graduando-se em Matemática e Física. Era casado com Anna Magdalena Smit e teve três filhas e um filho.

Em 1866 tornou-se director de uma escola secundária em Haia. Em 1873, obteve doutorado por sua tese intitulada "Over de Continuïteit van den Gas- en Vloeistoftoestand" (Sobre a continuidade do gás e do estado líquido). Em sua tese introduziu os conceitos de volume molecular e atração molecular.[2] Em 1876 foi nomeado primeiro professor de física na Universidade de Amsterdão.

Van der Waals morreu em Amesterdão em 1923.

Referências