Jogo

Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Jogo (desambiguação).

Jogo é toda e qualquer atividade em que exista a figura do jogador (como indivíduo praticante) e regras que podem ser para ambiente restrito ou livre. Geralmente os jogos têm poucas regras e estas tendem a ser simples. Sua presença é importante em vários aspectos, entre eles a regra define o inicio e fim do jogo. Pode envolver dois ou mais jogando entre si como adversários ou cooperativamente com grupos de adversários. É importante que um jogo tenha adversários interagindo e como resultado de interação exista um vencedor e um perdedor.

Jogo é um termo do latim, "Jocus", que significa brincadeira, divertimento.[1]

Jogos são atividades estruturadas, praticadas com fins recreativos e em alguns casos fazem parte de instrumentos educacionais, onde são usados jogos para passar uma mensagem aos jogadores (vencedores e perdedores).

São distintos do trabalho que visa remuneração e da arte que está associado à expressão de ideias. Esta separação é sempre precisa, porém, há jogos praticados por remuneração e outros associados à expressão de ideias e emoções.

Jogos geralmente envolvem estimulação mental ou física e muitas vezes ambos. Muitos deles ajudam a desenvolver habilidades práticas, servem como uma forma de exercícios ou realizam um papel educativo, simulação ou psicológica.

Jogos são disputados contra adversários, o que os diferencia de competições, o adversário pode ser outro jogador ou uma simulação que interage com o jogador (no caso de jogos digitais).

Em resumo os jogos possuem um certo número de características comuns que permite que sejam classificados como elementos de um jogo:

  • Jogador;
  • Adversário;
  • Interatividade;
  • Deve existir regras;
  • Deve existir objetivo;
  • Condições de vitória, empate e derrota;
  • Ser uma forma de entretenimento.

Em todo caso, é importante ressaltar que alguns autores diferem em relação a estes elementos.

Portanto, ao longo dos anos surgiram várias tentativas de dizer o que é um jogo, sendo diferentes os conceitos. Entre as definições, temos:

De acordo com Chris Crawford, a exigência de interação entre jogadores coloca atividades como "quebra-cabeças" e "jogos de paciência" na categoria dos quebra-cabeças ao invés de jogo e isso ocorre porque não há adversário.

Definições

Ludwig Wittgenstein

Ludwig Wittgenstein foi provavelmente o primeiro filósofo acadêmico a tentar criar uma definição para jogo.[2] Ao analisar o processo de formação da racionalidade em seu texto Investigações Filosóficas, cria o termo "jogos de linguagem" e demonstra que as definições de jogo a partir de características como entretenimento, regras e competição são incompletas e inadequadas. Argumenta ainda que os jogos não podem ser agrupados por uma única definição, mas apresentam um conjunto de características que são compartilháveis dentre as definições possíveis.“cso”

Johan Huizinga

O historiador Huizinga, em 1938, escreveu seu livro Homo Ludens, no qual argumenta que o jogo é uma categoria absolutamente primária da vida, tão essencial quando o raciocínio (Homo sapiens) e a fabricação de objetos (Homo faber), então a denominação Homo ludens, quer dizer que o elemento lúdico está na base do surgimento e desenvolvimento da civilização.

Huizinga define jogo como: "uma atividade voluntária exercida dentro de certos e determinados limites de tempo e espaço, segundo regras livremente consentidas, mas absolutamente obrigatórias, dotado de um fim em si mesmo, acompanhado de um sentimento de tensão e alegria e de uma consciência de ser diferente de vida cotidiana."[3]

Roger Caillois

Segundo Roger Caillois, as características dos diferentes jogos são:

  • Competição
  • Sorte
  • Simulação
  • Vertigem

Quanto ao grau de disciplina os jogos são classificados:

  • Numa abordagem mais primitiva, espontânea ou orgânica (Paidia), deusa do divertimento e do prazer ou;
  • Numa mais regrada, estandardizada e burocrática (Ludus) deus do jogo e da ordem.[carece de fontes?]

Outras definições

  • "Um jogo é um sistema no qual os jogadores envolvem-se em um conflito artificial, definida por regras, que determina um resultado quantificável". (Katie Salen e Eric Zimmerman)
  • "Um jogo é uma forma de arte na qual os participantes, denominados jogadores, tomam decisões, a fim de gerir os recursos através de elementos de jogo na busca de um objetivo." (Greg Costikyan)
  • "Um jogo é uma atividade entre dois ou mais tomadores de decisão independentes que procuram atingir os seus objetivos em um contexto de limitação." (Clark C. Abt)
  • "Em seu nível mais elementar, então podemos definir jogo como um exercício de sistemas de controle voluntário em que há uma oposição entre forças, confinados por um procedimento e as regras a fim de produzir um resultado de desequilíbrio". (Elliot Avedon e Brian Sutton-Smith)
  • Em Inteligência Artificial, um jogo é um modelo teórico de conflitos de interesse (decisões possíveis, resultados possíveis) entre dois ou mais agentes que tem motivações conflitantes.