João da Ega

Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde setembro de 2009). Por favor, referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser acadêmico)
João da Ega
Personagem fictícia de Os Maias
SexoMasculino
CaracterísticasNariz adunco, pescoço esganiçado, punhos tísicos, pernas de cegonha
Amigo(s)Carlos da Maia
Criado porEça de Queirós
Romance(s)Os Maias

João da Ega é uma personagem do romance Os Maias de Eça de Queirós.

Ele era amigo e confidente de Carlos da Maia e filho de uma viúva rica e beata, de Celorico de Basto.

"(…) era considerado em Celorico de Basto, mas também na Academia, que ele espantava pela audácia e pelos ditos, como o maior ateu, o maior demagogo, que jamais aparecera nas sociedades humanas. Isto lisonjeava-o: por sistema exagerou o seu ódio à Divindidade e a toda a Ordem Social: queria o massacre das classes médias, o amor livre das ficções do matrimônio, a repartição das terras, o culto de Satanás. O esforço da inteligência neste sentido terminou por lhe influenciar as maneiras e a fisionomia; e, com a sua figura esgrouviada e seca, os pêlos do bigode arrebitados sob o nariz adunco, um quadrado de vidro entalado no olho direito - tinha realmente alguma coisa de rebelde e de satânico." QUEIRÓS, Eça. "Os Maias". São Paulo: Editora Escala, 2007.

Caracterização

Ega usava "um vidro entalado no olho", tinha "nariz adunco, pescoço esganiçado, punhos tísicos, pernas de cegonha". Era o autêntico retrato de Eça.