Jejum
English: Fasting

Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde julho de 2017). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser acadêmico)

Jejum é a privação de comida ou redução das refeições diárias a uma só durante um período.[1] Existem diversos motivos que levam uma pessoa a fazer jejum, sendo os principais religiosos ou medicinais. Outros motivos incluem a greve de fome política.

Tipos de jejum

Jejum intermitente

Jejum intermitente é um termo designado para um padrão alimentar no qual alterna-se períodos em jejum e de alimentação.[2] Alguns protocolos adotados são:

  • Método 16/8: no qual o praticante fica dezesseis horas sem comer e tem uma janela de oito horas para se alimentar;[3]
  • Jejum em dias alternados: método no qual o praticante jejua por vinte e quatro horas e se alimenta normalmente nas outras vinte e quatro horas.[4]
  • Método 5:2: neste método o praticante se alimenta normalmente por cinco dias e faz jejum por dois dias inteiros.[5]

Jejum seco

O jejum seco (Dry fasting, em inglês) é um jejum absoluto, onde o praticante se abstém de comida e líquidos.[6] É o jejum que se faz naturalmente enquanto se dorme.[7] É também chamado de Jejum bíblico, uma vez que é aquele praticado por diversas figuras bíblicas como, por exemplo, Moisés (Êxodo 34:28 e Deuteronômio 9:18), pelo apóstolo Paulo (Atos 9:9), e pelo próprio Jesus Cristo (Mateus 4:2).[8]

É um jejum comumente praticado pelo cristianismo ortodoxo russo e, por essa razão, é na própria Rússia onde se têm o maior número de praticantes, livros e pesquisas a respeito deste tipo de jejum.[7][8]