Ipatinga

Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Ipatinga (desambiguação).
Município de Ipatinga
Avenida Pedro Linhares Gomes nas proximidades do bairro Iguaçu com a Usiminas em segundo plano

Avenida Pedro Linhares Gomes nas proximidades do bairro Iguaçu com a Usiminas em segundo plano
Bandeira de Ipatinga
Brasão de Ipatinga
BandeiraBrasão
Hino
Fundação29 de abril de 1964 (54 anos)
Gentílicoipatinguense
LemaConfiança, Trabalho, Progresso
Padroeiro(a)Jesus Cristo[1] e Nossa Senhora da Esperança[2]
Prefeito(a)Nardyello Rocha (PMDB)
Localização
Localização de Ipatinga
Localização de Ipatinga em Minas Gerais
Ipatinga está localizado em: Brasil
Ipatinga
Localização de Ipatinga no Brasil
19° 28' 04" S 42° 32' 13" O19° 28' 04" S 42° 32' 13" O
Unidade federativa Minas Gerais
Região
intermediária

Ipatinga IBGE/2017[3]

Região
imediata

Ipatinga IBGE/2017[3]

Região metropolitanaVale do Aço
Municípios limítrofesOeste: Coronel Fabriciano;
Norte: Mesquita e Santana do Paraíso;
Leste: Caratinga;
Sul: Timóteo.
Distância até a capital209 km[4]
Características geográficas
Área164,884 km² [5]
Área urbana36,82 km² Eixo de Ordenamento Territorial RMVA/2014[6]
DistritosBarra Alegre e Ipatinga (sede)
População261 203 hab. (MG: 10º) –  estatísticas IBGE/2017[7]
Densidade1 584,16 hab./km²
Altitude220 m
Climatropical quente semiúmido Aw
Fuso horárioUTC−3
Indicadores
IDH-M0,771 elevado PNUD/2010[8]
PIBR$ 8 443 774,87 mil IBGE/2015[9]
PIB per capitaR$ 32 811,11 IBGE/2015[9]
Página oficial
Prefeiturawww.ipatinga.mg.gov.br
Câmarawww.camaraipatinga.mg.gov.br

Ipatinga é um município brasileiro no interior do estado de Minas Gerais, região Sudeste do país. Pertence à Região Metropolitana do Vale do Aço e se localiza a leste da capital do estado, distando desta cerca de 200 km. Ocupa uma área de 164,884 km², sendo 36,82 km² em área urbana, e sua população em 2017 era de 261 203 habitantes, sendo então o décimo mais populoso do estado mineiro. A cidade localiza-se exatamente no local em que as águas do rio Piracicaba se encontram com o rio Doce.

A exploração da região da atual cidade teve início no século XIX, quando bandeirantes estiveram na região. No entanto, o povoamento só se intensificou entre as décadas de 1910 e 20, com a locação da EFVM. Em 1953, houve a criação do distrito, subordinado a Coronel Fabriciano, que na mesma década foi escolhido para sediar o núcleo industrial da Usiminas, acarretando um rápido crescimento populacional por pessoas vindas de várias partes do país. A pedido da empresa foram construídos os primeiros bairros de Ipatinga, destinados a seus trabalhadores, culminando na emancipação em 1964.

Paralelo à original "Vila Operária", o crescimento da população não industrial induziu o surgimento de novas divisões sem relação com o núcleo da Usiminas no decorrer da segunda metade do século XX, apesar da indústria ainda representar a principal fonte de renda municipal. A manutenção da atividade industrial na região contribuiu para a formação da Região Metropolitana do Vale do Aço, que corresponde a um dos principais polos urbanos do interior do estado. Ipatinga tem um papel fundamental como empregador para as cidades a seu redor e em 2011, gerava 68,9% do Produto Interno Bruto (PIB) metropolitano.

Tradições culturais como o artesanato e o congado das comunidades rurais se fazem presentes no município, bem como atrativos recreativos, a exemplo do Parque Ipanema, do Shopping Vale do Aço e da Usipa. Parte do entretenimento em Ipatinga é fruto de investimentos da Usiminas destinados à comunidade, cabendo ressaltar nesse ponto o Centro Cultural Usiminas, que sedia espetáculos culturais de relevância regional ou mesmo nacional. De acordo com a Secretaria de Cultura do Estado de Minas Gerais, as intensas manifestações, grupos teatrais e eventos diversos concedem ao município o título de segundo polo cultural de Minas Gerais, atrás apenas de Belo Horizonte.

Etimologia

A origem do nome "Ipatinga" varia conforme a fonte. Enquanto uma versão defende que seja um termo da língua tupi que significa "pouso de água limpa"[10] ou "lagoa clara" (upaba, lagoa e tinga, clara),[11] outra afirma que se trata de um arranjo elaborado pelo engenheiro Pedro Nolasco, responsável pelo projeto da Estrada de Ferro Vitória a Minas, aproveitando os elementos "Ipa" (da cidade de Ipanema) e "tinga" (de Caratinga).[12]