Intermédio Tardio (Peru)

Vista parcial do Palácio de Nik An en Chan Chan, a capital do Reino Chimú.
Huaca Larga en Túcume, última capital do Reino Sican en sua fase tardia.
Entrada principal de Kuelap, capital da confederação chachapoya.

Segundo a periodização de John Rowe, o Intermédio Tardio (ou Período Intermediário Tardio ) é um período da história pré-colombiana da Região Andina Central entre o Horizonte Médio e o Horizonte Tardio, a cronologia mais aceita fixa este período entre 1000 e 1476.

O Intermédio Tardio é caracterizado pela presença de numerosas culturas e civilizações que surgiram após a decadência do Império de Tiauanaco-Huari que tinham monopolizado o controle da região ao longo do Horizonte Médio; [1] estudos históricos e arqueológicos revelam, nesta fase, um grande florescimento de diferentes expressões artísticas e culturais, o que pode indicar a ascensão em toda a área de inúmeros estados regionais, pequenos reinos e cacicados (Curacados) . Entre as culturas mais importantes do período incluem as culturas costeiras Sican , Chimu e Chincha; e as culturas andinas Chachapoya , Chancay , Huayla , Colla e Lupaca.

O Intermédio Tardio termina com a expansão do Império Inca iniciada com a vitoria dos Incas, dirigido pelo auqui (príncipe incaico) Pachacuti, sobre os Chancas ocorrida na batalha de Yahuarpampa [2].

Denominações e Cronologia

A fim de dividir a história pré-colombiana da região andina em períodos, o arqueólogo norte-americano John Howland Rowe propôs em 1962 uma cronologias que previa a adoção de três diferentes Horizontes, cada um deles caracteriza-se de acordo com os arqueólogos por uma forte hegemonia inter-cultural, intercalada por dois períodos Intermédios, onde assistiríamos ha um desenvolvimento de variadas culturas e civilizações com expansão territorial limitada. O mais recente destes dois períodos foi identificado como que seguindo o declínio do Império de Tiauanaco-Huari e a ascensão do Império Inca. [3]

Desenvolvido posteriormente em conjunto com Dorothy Menzel em 1967, o padrão cronológico Rowe-Menzel colocava o início do Intermédio Tardio em 900. [4] Este padrão é aceito com algumas exceções, principalmente por parte de estudiosos que lidam com culturas costeiras que se tornaram independentes dos Huari. A data de início do período mais comumente aceita hoje é o ano 1000, enquanto o final deste período é geralmente aceito como 1450 [5] Já alternativa cronológica escala proposta pelo arqueólogo peruano Luis G. Lumbreras fornece uma fase semelhante entre 1100 e 1430, chamada de "Período dos Estados Regionais". [6]

Denominações

O Intermédio Tardio pode ser conhecido por outros nomes como:
Segundo Intermédio
Estados Regionais Tardios
Período dos Reinos e Senhorios
Etapa de Alta Cultura II-D
Confederações Regionais
Regionalismos

Propostas

Autor Denominação Cronologia
Rowe-Menzel [7] [8] Intermedio Tardío 900 - 1476
Edward P. Lanning [9] Intermedio Tardío 1000 - 1476
Luis G. Lumbreras [10] Estados Regionais 1200 - 1430
Rogger Ravines [11] Intermedio Tardío 1000 - 1430
Danielle Lavallée [12] Estados Regionais Tardios 1100 - 1476

Acordo

Cronologia Inicio Término
1000 - 1430 Queda do Império Huari Vitoria do Curacado de Cuzco sobre os Chancas, ocorrida na batalha de Yahuarpampa.