Ilhas Marianas Setentrionais

Commonwealth of the Northern Mariana Islands
Comunidade das Ilhas Marianas do Norte
Bandeira das Marianas Setentrionais
Selo das Marianas Setentrionais
BandeiraSelo
Gentílico: norte-marianense

Localização Comunidade das Ilhas Marianas Setentrionais

CapitalSaipan
15°45'S 17°11'N146°45′E
Cidade mais populosaSaipan
Língua oficialInglês, chamorro e caroliniano
GovernoDemocracia representativa
 - PresidenteDonald Trump
 - GovernadorRalph Torres
 - Vice-governadorVictor Hocog
IndependênciaEm união com os Estados Unidos 
 - Pacto1975 
 - Estatuto1978 
 - Final de curadoria1986 
Área 
 - Total477 km² km² 
População 
 - Estimativa para 2014[1]51,483 hab. (210.º)
 - Censo Julhohab. 
 - Densidade168/km2 hab./km² 
Moedadólar americano (USA)
Fuso horário(UTC+10)
ClimaTropical
Cód. ISOMNP
Cód. Internet.mp
Cód. telef.+1-670

As Ilhas Marianas Setentrionais ou Ilhas Marianas do Norte (em inglês: Northern Mariana Islands, pronunciado: [ˈnɔɹ.ðɚn ˌmɛɹ.iˈæn.ə ˈaɪ.ləndz] (Sobre este somescutar ); em chamorro: Sankattan Siha Na Islas Mariånas; em caroliniano: Commonwealth Téél Falúw kka Efáng llól Marianas), com a designação oficial de Comunidade das Ilhas Marianas Setentrionais (em inglês: Commonwealth of the Northern Mariana Islands, abreviado para CNMI), são um "estado livremente associado" aos Estados Unidos, situado na Micronésia, que compreende 14 ilhas do arquipélago das Marianas.

Faz divisa, ao norte com as ilhas Vulcano e com a ilha Marcus e outros territórios do Japão, ao sul com a dependência norte-americana de Guam e com os Estados Federados da Micronésia.

História

As ilhas foram "descobertas" por Fernão de Magalhães em 1521, que as declarou colónia espanhola e as apelidou de "Las Islas de los Ladrones", (Ilhas dos Ladrões), aparentemente porque os nativos não eram amistosos. Em 1668 o nome das ilhas foi mudado para Las Marianas, em homenagem a Mariana da Áustria, viúva do rei Filipe IV de Espanha.

Praticamente toda a população nativa foi exterminada durante o domínio espanhol e, mais tarde, foram repovoadas por nativos doutras ilhas da Micronésia. A colónia espanhola foi vendida à Alemanha em 1899 e tomada pelos japoneses em 1914, que a tornaram numa zona militar. Durante a Segunda Guerra Mundial, os "Marines" aterraram ali a 15 de Junho de 1944 e ganharam a Batalha de Saipan, que durou 3 semanas.

Depois da derrota do Japão, as ilhas passaram a ser administradas pelos EUA, como parte do Protetorado das Ilhas do Pacífico das Nações Unidas, num mandato da ONU, a partir de 1947. Na década de 1970, os seus habitantes decidiram-se, não a favor da independência, mas de laços mais fortes com os Estados Unidos e, a 1 de Janeiro de 1978 foi aprovada a constituição do seu estatuto atual.