Hungria

Disambig grey.svg Nota: Se procura o cantor brasileiro de rap e hip hop, veja Hungria (cantor).
Magyarország
Hungria
Bandeira da Hungria
Brasão de armas da Hungria
BandeiraBrasão de armas
Hino nacional:
Himnusz ("Isten, áldd meg a magyart")
Hino ("Deus, abençoe os húngaros")
Gentílico: Húngaro

Localização da Hungria

Localização da Hungria (em vermelho) na União Europeia (em amarelo)
CapitalBudapeste
47º26'N 19º15'E
Cidade mais populosaBudapeste
Língua oficialHúngaro
GovernoRepública parlamentarista
 - PresidenteJános Áder
 - Primeiro-ministroViktor Orbán
 - Presidente da Assembleia NacionalLászló Kövér
IndependênciaHistória 
 - Formação do Reino da Hungriafevereiro de 1000 
 - Ocupada pelos Otomanos29 de agosto de 1526 
 - do Império Austro-Húngaro31 de outubro de 1918 
Entrada na UE1 de maio de 2004
Área 
 - Total93.030 km² (109.º)
 - Água (%)0,74
População 
 - Estimativa para 20159 855 571[1] hab. (79.º)
 - Censo 200110.198.315 hab. 
 - Densidade109 hab./km² (92.º)
PIB (base PPC)Estimativa de 2014
 - TotalUS$ 239,934 bilhões*[2] 
 - Per capitaUS$ 24 335[2] 
PIB (nominal)Estimativa de 2014
 - TotalUS$ 129,687 bilhões*[2] 
 - Per capitaUS$ 13 153[2] 
IDH (2017)0,838 (45.º) – muito elevado[3]
Gini (2008)24,96
MoedaFlorim húngaro (forint) (HUF)
Fuso horário(UTC+1)
 - Verão (DST) (UTC+2)
ClimaTemperado Continental
Org. internacionaisUE, OTAN, OMC, Conselho da Europa, OCDE
Cód. ISOHUN
Cód. Internet.hu¹
Cód. telef.+36
Website governamentalhttp://www.magyarorszag.hu

Mapa da Hungria

1. Também .eu, compartilhado com outros Estados-membros da União Europeia.

Hungria (em húngaro: Magyarország, pronunciado: ˈmɒɟɒrorsaːɡ ( ouvir)) é um país localizado na Europa Central,[4] especificamente na Bacia dos Cárpatos. Faz fronteira com a Eslováquia ao norte, Romênia ao leste, Sérvia ao sul, Croácia a sudoeste, Eslovênia a oeste, Áustria a noroeste e Ucrânia a nordeste. A capital do país é a cidade de Budapeste. A Hungria é membro da União Europeia, da OTAN, da OCDE, do Grupo de Visegrád e do Espaço Schengen. A língua oficial é o húngaro, que é a língua não indo-europeia mais falada na Europa.[5]

Após séculos de sucessiva ocupação de celtas, romanos, hunos, eslavos, gépidas e ávaros, a Hungria foi fundada no final do século IX pelo grão-príncipe húngaro Arpades durante o Honfoglalás ("conquista da pátria"). Seu bisneto Estêvão I subiu ao trono no ano 1000, quando converteu o país para um reino cristão. Até o século XII, a Hungria era uma potência média no mundo ocidental, alcançando seu auge no século XV.[6] Após a Batalha de Mohács, em 1526, e de cerca de 150 anos sob ocupação otomana (1541-1699), a Hungria ressurge sob o domínio dos Habsburgos e, mais tarde, formou uma parte significativa do Império Austro-Húngaro (1867-1918).

Suas fronteiras atuais foram estabelecidas pela primeira vez pelo Tratado de Trianon (1920) após a Primeira Guerra Mundial, quando o país perdeu 71% de seu território, 58% da sua população e 32% dos húngaros étnicos. Após o período entre-guerras, a Hungria aderiu às Potências do Eixo na Segunda Guerra Mundial, quando sofreu danos significativos. A Hungria ficou sob a esfera de influência da União Soviética, o que contribuiu para o estabelecimento de uma ditadura comunista que governou por quatro décadas (1947-1989). O país ganhou ampla atenção internacional por conta da Revolução de 1956 e da abertura parcial de sua fronteira anteriormente restrita com a Áustria, em 1989, o que acelerou o colapso de todo o Bloco de Leste.

Em 23 de outubro de 1989, a Hungria tornou-se novamente uma república parlamentar democrática e atualmente tem uma economia de alta renda,[7] com um alto Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).[3] O país também é um destino turístico popular, atraindo cerca de 10 milhões de visitantes por ano.[8] A Hungria abriga o maior sistema de fontes termais[9] e o segundo maior lago termal do mundo (Lago Hévíz), o maior lago da Europa Central (lago Balaton), e as maiores pastagens naturais do continente europeu (o Parque Nacional de Hortobágy).

Etimologia

O topônimo "Hungria" foi recebido pela língua portuguesa do francês Hongrie.[10] Crê-se que o termo originou-se no século VII, quando tribos magiares integravam uma aliança búlgara chamada On-Ogour, que em túrquico búlgaro significa "dez flechas".[11]

O gentílico "húngaro" é registrado em português a partir de 1512.[12]