Grécia

Disambig grey.svg Nota: Hélade redireciona para este artigo. Para o tema bizantino de mesmo nome, veja Thema da Hélade.
Ελληνική Δημοκρατία
Ellīnikī́ Dīmokratía

República Helênica / Helénica
Bandeira da Grécia
Brasão de armas da Grécia
BandeiraBrasão de armas
Hino nacional: Ύμνος πρός την Ελευθερίαν)
("Hino da Liberdade")
Gentílico: grego

Localização da Grécia

Localização da Grécia (em vermelho)
No continente europeu (em cinza)
Na União Europeia (em branco)
CapitalAtenas
Cidade mais populosaAtenas
Língua oficialGrego ¹
GovernoRepública parlamentarista
 - PresidenteProkopis Pavlopoulos
 - Primeiro-ministroAléxis Tsípras
Independênciado Império Otomano 
 - Data25 de março de 1821 
 - Reconhecida3 de fevereiro de 1830 
Área 
 - Total131 990 km² (96.º)
 - Água (%)0,8669
População 
 - Estimativa para 200911 260 402[1] hab. (74.º)
 - Censo 201110 787 690 hab. 
 - Densidade84 hab./km² (88.º)
PIB (base PPC)Estimativa de 2014
 - TotalUS$ 284,318 bilhões*[2] 
 - Per capitaUS$ 25 752[2] 
PIB (nominal)Estimativa de 2014
 - TotalUS$ 246,397 bilhões*[2] 
 - Per capitaUS$ 22 317[2] 
IDH (2015)0,866 (29.º) – muito elevado[3]
Gini (2000)34,3
MoedaEuro² (EUR)
Fuso horárioCET (UTC+2)
 - Verão (DST)CEST (UTC+3)
ClimaMediterrâneo
Org. internacionaisONU, OMC, OTAN, UE, CE, OCDE, UEO
Cód. ISOGRC
Cód. Internet.gr 3
Cód. telef.+30

Mapa da Grécia

Grécia (em grego: Ελλάδα; transl.: Elláda pronunciado: [eˈlaða] ( ouvir)), oficialmente República Helênica (português brasileiro) ou Helénica (português europeu) (em grego: Ελληνική Δημοκρατία; transl.: Ellīnikī́ Dīmokratía pronunciado: [eliniˈci ðimokraˈti.a]) e conhecida desde a antiguidade como Hélade (em grego: Ἑλλάς; transl.: Hellás), é um país localizado no sul da Europa.[4] De acordo com dados do censo de 2011, a população grega é de cerca de 11 milhões de pessoas. Atenas é a capital e a maior cidade do país.

O país está estrategicamente localizado no cruzamento entre a Europa, a Ásia, o Oriente Médio e a África.[5][6][7] Tem fronteiras terrestres com a Albânia a noroeste, com a República da Macedônia e a Bulgária ao norte e com a Turquia no nordeste. O país é composto por nove regiões geográficas: Macedônia, Grécia Central, Peloponeso, Tessália, Epiro, Ilhas Egeias (incluindo o Dodecaneso e Cíclades), Trácia, Creta e Ilhas Jônicas. O Mar Egeu fica a leste do continente, o Mar Jônico a oeste e o Mar Mediterrâneo ao sul. A Grécia tem a 11ª maior costa do mundo, com 13 676 quilômetros de comprimento, com um grande número de ilhas (cerca de 1 400, das quais 227 são habitadas). Oitenta por cento do país é composto por montanhas, das quais o Monte Olimpo é a mais elevada, a 2 917 metros de altitude.

A Grécia moderna tem suas raízes na civilização da Grécia Antiga, considerada o berço de toda a civilização ocidental. Como tal, é o local de origem da democracia,[8] da filosofia ocidental,[9] dos Jogos Olímpicos, da literatura ocidental, da historiografia, da ciência política, de grandes princípios científicos e matemáticos,[10] das artes cênicas ocidentais,[11] incluindo a tragédia e a comédia. As conquistas culturais e tecnológicas gregas influenciaram grandemente o mundo, sendo que muitos aspectos da civilização grega foram transmitidos para o Oriente através de campanhas de Alexandre, o Grande, e para o Ocidente, através do Império Romano. Este rico legado é parcialmente refletido nos 17 locais considerados pela UNESCO como Patrimônio Mundial no território grego, o sétimo maior número da Europa e o 13º do mundo. O Estado grego moderno, que engloba a maior parte do núcleo histórico da civilização grega antiga, foi criado em 1830, após a Guerra da Independência Grega contra o antigo Império Otomano.

Atualmente, a Grécia é um país democrático[12] e desenvolvido[13][14] com uma economia avançada e de alta renda,[15] um alto padrão de vida[16][17] e um índice de desenvolvimento humano (IDH) considerado muito alto pelas Nações Unidas.[3] A Grécia é um membro fundador da Organização das Nações Unidas (ONU), é membro do que é hoje a União Europeia desde 1981 (e da Zona Euro desde 2001),[18] além de ser membro da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) desde 1952. A economia grega é também a maior dos Balcãs, onde a Grécia é um importante investidor regional.

Etimologia

Grego é o nome pelo qual os romanos designavam os helenos, habitantes da Hélade que ficou conhecida como Grécia. As formas portuguesa Grécia, castelhana, romena e italiana Grecia, francesa Grèce, inglesa Greece, alemã Griechenland são um eruditismo calcado sobre o latim Græcia (com o etnônimo respectivo grego, griego, grec, greco, grec, greek e griechisch, do latim græcus')'.

O geônimo latino funda-se sobre o etnônimo, com sufixo (-ia), latim típico de nome de país ou região. O etnônimo latino é empréstimo ao grego graikós ("grego"), que sob a forma plural graikoí, principiou a ser episodicamente empregado em lugar do grego ΄ελληνες (helenos) somente depois de Aristóteles. Mesmo o latim Græcia, antes de designar a totalidade do país, foi usado com epítetos (Græcia Ulterior, Magna Græcia), ou no plural, Græciæ ("Grécias"), quando abarcava o todo.

O todo em latim foi de início designado como Hellas, - adis, Hélade. Assim, por exemplo, em Plínio, o Velho. Em Cassiodoro já ocorre a forma latina Hellada. Esta, por sua vez, é empréstimo do gr. Hellás - ádos, que desde Ésquilo designa a totalidade das regiões habitadas pelos helenos.