Gerald Ford
English: Gerald Ford

Gerald Ford
38º Presidente dos Estados Unidos
Período9 de agosto de 1974
a 20 de janeiro de 1977
Vice-presidenteNenhum (1974)
Nelson Rockefeller (1974–1977)
AntecessorRichard Nixon
SucessorJimmy Carter
40º Vice-presidente dos Estados Unidos
Período6 de dezembro de 1973
a 9 de agosto de 1974
PresidenteRichard Nixon
AntecessorSpiro Agnew
SucessorNelson Rockefeller
Membro da Câmara dos Representantes
pelo 5º distrito de Michigan
Período3 de janeiro de 1949
a 6 de dezembro de 1973
AntecessorBartel J. Jonkman
SucessorRichard Vander Veen
Dados pessoais
Nome completoLeslie Lynch King, Jr.
Gerald Rudolph Ford, Jr.
Nascimento14 de julho de 1913
Omaha, Nebraska,
Estados Unidos
Morte26 de dezembro de 2006
(93 anos)
Rancho Mirage, Califórnia,
Estados Unidos
ProgenitoresMãe: Dorothy Ayer Gardner
Pai: Leslie Lynch King, Sr.
Alma materUniversidade de Michigan
Universidade Yale
EsposaBetty Bloomer (1948–2006)
FilhosMichael Gerald Ford
John Gardner Ford
Steven Meigs Ford
Susan Elizabeth Ford
PartidoRepublicano
ReligiãoEpiscopalismo
ProfissãoAdvogado
AssinaturaAssinatura de Gerald Ford
Serviço militar
Serviço/ramoMarinha dos Estados Unidos
Anos de serviço1942–1946
GraduaçãoTenente-comandante
ConflitosSegunda Guerra Mundial
CondecoraçõesMedalha da Campanha Americana
Medalha da Campanha Asiática-Pacífico (9 estrelas)
Medalha de Vitória da Segunda Guerra Mundial

Gerald Rudolph Ford Jr. (nascido Leslie Lynch King Jr.; Omaha, 14 de julho de 1913Rancho Mirage, 26 de dezembro de 2006) foi o 38º presidente dos Estados Unidos entre 1974 e 1977, logo após ter servido como o 40º vice-presidente de 1973 a 1974, durante o governo do seu antecessor Richard Nixon. Ele foi a primeira pessoa a ser nomeada para a vice-presidência sob a Vigésima Quinta Emenda, logo após a renúncia de Spiro Agnew. Quando tornou-se presidente depois da renúncia de Richard Nixon em 9 de agosto de 1974, Ford se transformou na primeira e até hoje única pessoa a ter exercido os cargos de vice-presidente e presidente dos Estados Unidos sem nunca ter sido eleito pelo Colégio Eleitoral. Antes de ser vice-presidente, ele serviu por 25 anos na Câmara dos Representantes pelo 5.º distrito de Michigan, oito anos como o Líder da Minoria Republicana.

Enquanto presidente, Ford assinou os Acordos de Helsínquia, relaxando as tensões da Guerra Fria. Com a conquista do Vietnã do Sul pelo Vietnã do Norte acontecendo no nono mês de sua presidência, o envolvimento dos EUA na guerra essencialmente acabou. Internamente, Ford presidiu durante a pior crise econômica desde a Grande Depressão, com uma crescente recessão e inflação. Uma de suas ações mais controversas foi o perdão presidencial a Nixon por seu papel no Caso Watergate. Durante seu mandato, sua política externa ficou caracterizada, em termos processuais, pelo aumento do papel do Congresso, e pelos correspondentes poderes do presidente. Em 1976, Ford derrotou com uma pequena margem Ronald Reagan para a indicação Republicana a presidente, porém perdeu a eleição para Jimmy Carter.

Após seu mandato, Ford permaneceu ativo no Partido Republicano. Após problemas de saúde, ele faleceu em sua casa em Rancho Mirage no dia 26 de dezembro de 2006. Com 93 anos e 165 dias de idade, Ford foi o terceiro presidente mais longevo dos Estados Unidos, atrás somente de George H. W. Bush e de Jimmy Carter, e sua presidência de 895 dias permanece até hoje a mais curta de todos os presidentes que não morreram no cargo.

Primeiros anos

Gerald Ford nasceu Leslie Lynch King, Jr., em 14 de julho de 1913, no número 3202 da Avenida Woolworth, em Omaha (Nebraska), onde seus pais moravam com seus avós paternos. Sua mãe era Dorothy Ayer Gardner, e seu pai, Leslie Lynch King, Sr., um comerciante de lãs e filho do banqueiro Charles Henry King com Martha Alicia King (née Porter). Dorothy separa-se de King seis dias após o nascimento de seu filho. Ela muda-se com seu filho para a casa da irmã Tannisse e de seu cunhado Clarence Haskins James em Oak Park (Illinois). De lá, ela segue para a casa de seus pais, Levi Addison Gardner e Adele Augusta Ayer, em Grand Rapids (Michigan). Dorothy e King se divorciam em dezembro de 1913; ela ganha a custódia total de seu filho. O avó paterno de Ford pagou pensão alimentícia até pouco antes de sua morte em 1930.[1]

Ford disse mais tarde que seu pai biológico tinha um histórico de violência doméstica contra sua mãe.[2] James M. Cannon, um membro da administração Ford, escreveu em uma biografia do ex-presidente que a separação e o divórcio dos Kings foram desencadeados quando, poucos dias depois do nascimento de Ford, Leslie King pegou uma faca de açougueiro e ameaçou matar sua esposa, seu filho, e a babá de Ford. Em outra ocasião, Ford confidenciou que a primeira vez que seu pai agrediu sua mãe foi na lua de mel, quando Dorothy sorriu para outro homem.[3]