Fraternidade Rosacruz (Max Heindel)

A Fraternidade Rosacruz foi fundada em 1909/11 por Max Heindel com o propósito de promulgar os Ensinamentos Rosacruzes da Escola de Mistérios Menores do Ocidente, a Ordem Rosacruz (que, segundo Max Heindel, é uma Ordem de origem espiritual, nada tendo a ver, portanto, com outras organizações físicas que reivindicam essa denominação). A Fraternidade, edificada por Max Heindel como arauto da Era de Aquário, realiza Serviço de Cura Espiritual e proporciona gratuitamente cursos por correspondênca em [1], Oceanside, Califórnia (Estados Unidos) e os seus estudantes encontram-se por todo o mundo organizados em Centros e Grupos de Estudo.

A Fraternidade Rosacruz não se proclama como a verdadeira Ordem Rosacruz, mas apenas como uma escola preparatória e expositora dos ensinamentos e preceitos desta Ordem dos mundos suprafísicos, denominada a Grande Fraternidade Branca.

Visão Geral

Diz-se que em 1908 o seu fundador, Max Heindel, teria sido escolhido e preparado pelos Irmãos Maiores da Ordem Rosacruz, com o objectivo de revelar publicamente os preceitos da doutrina rosacruciana. Em Novembro de 1909, Max Heindel publicou o Conceito Rosacruz do Cosmos, uma exposição da doutrina originalmente escrita em alemão e posteriormente traduzida para outros idiomas. Algum tempo depois, foram desenvolvidos em outros livros, conferências e lições.

A doutrina rosacruciana apresentada por Max Heindel é enfaticamente cristã e nestoriana, apresentando os mistérios de que Cristo fala em Mateus 13:11 e Lucas 8:10. O propósito da apresentação da doutrina é preparar o indivíduo pelo desenvolvimento harmonioso da mente (ocultista) e do coração (místico) imbuído em um espírito altruísta de Serviço à humanidade.