Flandres
English: Flanders

Searchtool.svg
Esta página foi marcada para revisão, devido a incoerências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e a coerência e o rigor deste artigo.
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Flandres (desambiguação).
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde dezembro de 2014). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser acadêmico)
Flag of Flanders.svg
Bandeira da Flandres
Línguas oficiaisNeerlandês (Flamengo)
CapitalBruxelas (política)
Ministro-presidenteGeert Bourgeois
Área
 – Total

 13 522 km²
População
 6 552 967 habitantes
(excetuando-se os flamengos de Bruxelas)
Dia Regional11 de Julho
HinoDe Vlaamse Leeuw (O Leão Flamengo)
LocalizaçãoLocalização da Flandres no mapa da Bélgica
ProvínciasAs províncias da Flandres

A Flandres (em neerlandês Vlaanderen, em francês Flandre e em alemão Flandern) é a região norte da Bélgica, ao passo que a região sul do país é designada por Valónia. Na Flandres fala-se o neerlandês, embora o dialeto local desta língua seja conhecido popularmente como flamengo (Vlaams), bem como os habitantes da região, designados como "flamengos" (Vlamingen). Considera-se que o flamengo e o neerlandês são uma e a mesma língua, embora com algumas variações regionais ao nível da terminologia.

Não é correto confundir a atual região belga de Flandres com o Condado da Flandres, que já não existe atualmente. Hoje em dia é necessário distinguir entre a Flandres belga, a Flandres francesa (localizada no norte da França) e a Flandres neerlandesa. Ademais, a atual Flandres belga abrange áreas que não faziam parte do antigo Condado de Flandres, como as províncias de Brabante Flamengo, Antuérpia (que faziam parte do Ducado de Brabante) e Limburgo.

População

A população flamenga é de origem predominantemente neerlandesa e a sua génese remonta ao período em que esta região fazia ainda parte dos Países Baixos. No entanto, a população da Flandres é também composta por inúmeros descendentes de imigrantes de diferentes continentes, ou pelos próprios imigrantes que buscam hoje nesta região uma vida melhor.

Durante a ocupação espanhola muitos protestantes abandonaram a região (que possui hoje uma maioria católica) e mudaram-se para a República das Sete Províncias Unidas dos Países Baixos.

Religião

Historicamente, a Região da Flandres não possui uma religião oficial, mas predomina o catolicismo. Porém, e devido ao elevado número de imigrantes muçulmanos, o islamismo é praticado por 3% de toda a população, ao passo que as restantes religiões não representam mais do que 1% do total. Os ateus constituem 16,9%[1] da população.