Falange Espanhola

Falange Espanhola
Falange Española
LíderJosé António Primo de Rivera
Fundação29 de outubro de 1933
Dissolução15 de fevereiro de 1934
IdeologiaFalangismo
Espectro políticoExtrema-direita[1]
AntecessorMovimiento Español Sindicalista
SucessorFalange Espanhola de las JONS
Política da Espanha

Partidos políticos

Eleições

A Falange Española (FE) (Português: Falange Espanhola) foi uma organização política Espanhola de inspiração fascista ativa em 1933 e 1934.

História

García Valdecasas, Ruiz de Alda e Primo de Rivera no encontro para a sua fundação de 1933

Foi criada em 29 de Outubro de 1933 como sucessor do Movimiento Español Sindicalista (MES), uma organização similar fundada anteriormente em 1933. O encontro para a sua fundação ocorreu no Teatro de la Comedia de Madrid e foi conduzido por José António Primo de Rivera, Julio Ruiz de Alda e Alfonso García Valdecasas.[2] Em Fevereiro de 1934, após os maus resultados nas urnas nas eleições de 1933, José António Primo de Rivera sugeriu uma fusão da Falange Española com as Juntas de Ofensivas Nacional-Sindicalista de Ramiro Ledesma, que foi aprovada em 15 de Fevereiro.[3] A Falange Espanhola de las JONS (FE de las JONS) foi formada posteriormente.

O seu primeiro confronto com grupos Marxistas ocorreu em 5 de Novembro de 1933, quando os seus militantes tiveram uma ruptura com simpatizantes socialistas no caso de um jogo de futebol em Almoradí (Província de Alicante).[4]