Doença de Creutzfeldt-Jakob

Doença de Creutzfeldt-Jakob
Especialidadeneurologia
Classificação e recursos externos
CID-10A81.0, F02.1
CID-9046.1
OMIM123400
A Wikipédia não é um consultório médico. Leia o aviso médico 

A Doença de Creutzfeldt-Jakob (DCJ) é uma desordem cerebral degenerativa rara e fatal caracterizada por rápida neurodegeneração incapacitante com movimentos involuntários. Afeta um em cada milhão de habitantes por ano, geralmente começa entre 50 a 70 anos e 90% morrem em menos de 1 ano.[1]

Causa

O príon que muitos acreditam ser a provável causa da DCJ exibe uma seqüência de aminoácidos e uma configuração que o torna insolúvel na água, enquanto que a proteína normal é altamente solúvel. Assim, à medida que o número de proteínas defeituosas se propaga, aumentando exponencialmente, o processo cria uma grande quantidade de príons insolúveis nas células cerebrais afetadas. Esta carga de proteínas destrói a função celular e causa a morte das células afetadas.

Uma vez que o príon é transmitido para uma pessoa, as proteínas defeituosas invadem seu cérebro como fogo numa floresta e o paciente morre dentro de poucos meses (alguns poucos pacientes sobrevivem de 1 a dois anos).