Divisão auxiliar

  • a divisão auxiliar (em inglês auxiliary division) da polícia real irlandesa (ric), conhecidos como auxiliares ou auxies, foi uma unidade paramilitar leal ao regime britânico da irlanda durante a guerra de independência do país.[1] a divisão foi montada em 1920 e era formada quase que integralmente por ex militares britânicos. suas principais operações no conflito foram ações de contra-insurgência contra os militantes do exército republicano irlandês (ira).

    os auxiliares ficaram infames por brutalizar a população civil irlandesa nas suas 'represálias' contra ações do ira. em um incidente notório, eles queimaram a cidade de cork, em dezembro de 1920.[2]

    os auxiliares eram distintos dos black and tans, apesar de terem o mesmo papel. a divisão foi dispersada no começo de 1922, com a assinatura do tratado anglo-irlandês.

    referências

  • ligações externas

A Divisão Auxiliar (em inglês Auxiliary Division) da Polícia Real Irlandesa (RIC), conhecidos como Auxiliares ou Auxies, foi uma unidade paramilitar leal ao regime britânico da Irlanda durante a guerra de independência do país.[1] A divisão foi montada em 1920 e era formada quase que integralmente por ex militares britânicos. Suas principais operações no conflito foram ações de contra-insurgência contra os militantes do Exército Republicano Irlandês (IRA).

Os auxiliares ficaram infames por brutalizar a população civil irlandesa nas suas 'represálias' contra ações do IRA. Em um incidente notório, eles queimaram a cidade de Cork, em dezembro de 1920.[2]

Os auxiliares eram distintos dos Black and Tans, apesar de terem o mesmo papel. A divisão foi dispersada no começo de 1922, com a assinatura do Tratado Anglo-Irlandês.

Referências

  1. Charles Townshend, The British Campaign in Ireland, 1919-1921: The Development of Political and Military Policies (Oxford: Oxford University Press, 1975).
  2. A D Harvey, "Who Were the Auxiliaries?" Historical Journal 35, no. 3 (1992): 665.