Curitiba

Disambig grey.svg Nota: Para o clube de futebol, veja Coritiba Foot Ball Club. Para outros significados, veja Coritiba (desambiguação).
Município de Curitiba
"Cidade Sorriso"[1][2]
"Cidade Modelo"
"Cidade Ecológica do Brasil"[2]
"Capital das Araucárias"
Do topo, em sentido horário: fotografia aérea da cidade; Paço da Liberdade na Praça Generoso Marques; Palácio Avenida com a Rua das Flores; Rua 24 Horas; Museu Oscar Niemeyer e Jardim Botânico.

Do topo, em sentido horário: fotografia aérea da cidade; Paço da Liberdade na Praça Generoso Marques; Palácio Avenida com a Rua das Flores; Rua 24 Horas; Museu Oscar Niemeyer e Jardim Botânico.
Bandeira de Curitiba
Brasão de Curitiba
BandeiraBrasão
Hino
Aniversário29 de março
Fundaçãomeados de 1661[3][4]
Emancipação29 de março de 1693 (325 anos)
Gentílicocuritibano
Padroeiro(a)Nossa Senhora da Luz
Prefeito(a)Rafael Greca (PMN)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Curitiba
Localização de Curitiba no Paraná
Curitiba está localizado em: Brasil
Curitiba
Localização de Curitiba no Brasil
25° 25' 47" S 49° 16' 19" O25° 25' 47" S 49° 16' 19" O
Unidade federativaParaná
Região
intermediária

Curitiba IBGE/2017[5]

Região
imediata

Curitiba IBGE/2017[5]

Região metropolitanaCuritiba
Municípios limítrofesAlmirante Tamandaré, Colombo, Pinhais, São José dos Pinhais, Fazenda Rio Grande, Araucária, Campo Largo e Campo Magro.
Distância até a capital1 386 km[6]
Características geográficas
Área435,036 km² (BR: 2690º PR: 152º)[7]
Área urbana319,4 km² (BR: 4º) – est. Embrapa[8]
População1 917 185 hab. (BR: 8º) –  estimativa IBGE/2018[9]
Densidade4 406,96 hab./km²
Altitude934 m[8]
Climatemperado marítimo Cfb
Fuso horárioUTC−3
Indicadores
IDH-M0,823 (BR: 10º; PR: 1º) – muito elevado PNUD/2010[10]
Gini0,565 estatísticas IBGE/2010[11]
PIBR$ 83 864 936,49 mil (BR: 5º) – IBGE/2015[12]
PIB per capitaR$ 44 624,32 IBGE/2015[12]
Página oficial
Prefeiturawww.curitiba.pr.gov.br
Câmarawww.cmc.pr.gov.br

Curitiba é um município brasileiro, capital do estado do Paraná, localizado a 934 metros de altitude no primeiro planalto paranaense,[8] a mais de 110 quilômetros do Oceano Atlântico,[13] distante 1 386 km a sul de Brasília, capital federal. Com 1 917 185 habitantes, é o município mais populoso do Paraná e da região Sul, além de ser o 8.º do país, segundo estimativa populacional calculada pelo IBGE para 2018. Fundado em 1693, a partir de um pequeno povoado bandeirante, Curitiba tornou-se uma importante parada comercial com a abertura da estrada tropeira entre Sorocaba e Viamão,[14] vindo, em 1853, a ser a capital da recém-emancipada Província do Paraná. Desde então, a cidade, conhecida pelas suas ruas largas,[15] manteve um ritmo de crescimento urbano fortalecido pela chegada de uma grande quantidade de imigrantes europeus ao longo do século XIX, na maioria, alemães, poloneses, ucranianos e italianos,[16] que contribuíram para a atual diversidade cultural.

Curitiba experimentou diversos planos urbanísticos [17] e legislações que visavam controlar seu crescimento, que a levaram a ficar famosa internacionalmente pelas suas inovações urbanísticas e cuidado com o meio ambiente.[17][18] A maior delas foi no transporte público,[19][20][21] cujo sistema inspirou o TransMilenio, implantado em Bogotá, na Colômbia.

Também conta com elevada posição nos indicadores de educação, a menor taxa de analfabetismo e a melhor qualidade no ensino básico entre as capitais.[22][23] O Índice Mastercard de Mercados Emergentes 2008, criado com a intenção de avaliar e comparar o desempenho das cidades em diferentes funções que interligam os negócios e o comércio no mundo inteiro, posicionou-a como a 49.ª com maior influência global.[24] Curitiba foi classificada pelo Índice Verde de Cidades de 2015, realizado pela Siemens com a Economist Intelligence Unit, como a mais ambientalmente sustentável da América Latina.[25] Ademais, também foi considerada pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) uma das “cidades criativas” do Brasil em 2014, ao lado de Florianópolis.[26]

Em uma recente pesquisa publicada pela revista Forbes, Curitiba foi citada como a terceira cidade mais sagaz do mundo, que considera esperta a urbe que se preocupa, de forma conjunta, em ser ecologicamente sustentável, com qualidade de vida, boa infraestrutura e dinamismo econômico.[27] Curitiba recebeu a classificação de cidade autossuficiente por parte do Globalization and World Cities Study Group & Network (GaWC).[28] Entretanto, alguns problemas socioeconômicos persistem, em 2016 a capital paranaense foi classificada no 44.º lugar entre as 50 cidades com as maiores taxas de homicídio do mundo.[29]

Etimologia e apelidos

Ver artigo principal: Etimologia de Curitiba

A complexidade da etimologia de Curitiba é variável segundo uma grande quantidade de autores. De acordo com Antenor Nascentes, é termo derivado da língua tupiKu’ri”, que significa “pinheiro” + “tuba”, um sufixo coletivo que tem como significado “pinho, pinhal”. Ex-“Curituba”, na grafia oficial com “o” na primeira sílaba, permaneceu a ortografia “Corituba”, cujos étimos são as palavras “curé”, significando “pinhão” + “tyba”, que significa “muito” ou “coré” + “tyba”, cujo significado ao todo é “pinheirame”. Os dicionários de Antônio Gonçalves Dias, Orlando Bordoni, Luís Caldas Tibiriçá, Silveira Bueno e Teodoro Sampaio mostram a versão praticamente igual, variando um pouco: “curi-tyba” que significa “muitos pinheiros, pinheiral”.[3]

Segundo informação dada pelo pesquisador Mário Arnaud Sampaio o termo é derivado da língua guarani pura, “Kuri’yty”, corruptela de “Kuri’yndy” significando “pinheiral”. O Presidente do Estado do Paraná, Affonso Alves de Camargo estabeleceu oficialmente a atual ortografia, Curitiba, por intermédio de Decreto-Lei, com assinatura datada de 1919, pois, até aquela época o nome da cidade era escrito de ambas as formas: “Curityba” e “Corityba”, étimos diferenciados.[3] A denominação dos habitantes naturais do município é curitibanos, topônimo de uma cidade homônima localizada no estado vizinho de SC, fundada por moradores de Curitiba.[30]

Alguns títulos de Curitiba foram colecionados no decorrer de sua história, sendo um dos apelidos mais famosos o de Cidade Sorriso. De acordo com a disponibilidade da história, esse apelido surgiu em um documento ufanista como tentativa de reversão da famosa antipatia sofrida pelo povo da cidade.[2] Outro título dado ao município foi o de Capital Ecológica, porque as políticas da prefeitura voltam sua atenção para a sustentabilidade.[2]