Craft (Os Maias)

Este artigo foi proposto para eliminação por consenso. Você é encorajado a melhorá-lo(a), mas não remova este aviso, o que seria considerado vandalismo.

Dê a sua opinião e caso ela seja transformada numa votação após uma semana, vote (se tiver direito a voto) na discussão.

Se aprovada, a eliminação ocorrerá a partir de 23 de abril.


Searchtool.svg
Esta página foi marcada para revisão, devido a incoerências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde junho de 2015). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e a coerência e o rigor deste artigo.
Guilherme Craft
Personagem fictícia de Os Maias
SexoMasculino
CaracterísticasHomem baixo, louro, de pele rosada e fresca, e aparência fria
Amigo(s)João da Ega, Carlos da Maia
Criado porEça de Queirós
Romance(s)Os Maias

Guilherme Craft é um personagem secundário do romance Os Maias, de Eça de Queirós, que representa a formação britânica, o protótipo do que deve ser um homem.[1]

Defende a arte pela arte, a arte como idealização do que há de melhor na natureza. Inglês rico e boémio, colecionador de bricabraque. Apesar de pouca ou nenhuma importância ter na ação principal, Craft representa o homem correto, incorruptível e "de hábitos rijos, pensando com retidão". Recebe especial favor de Afonso da Maia, que o considera "deveras um homem".

A sua descrição, na obra:

Ele é primeiramente introduzido por João da Ega a Carlos da Maia, afirmando que era indispensável conhecer o Craft. O inglês possuía uma casa nos Olivais e mais tarde, querendo desfazer-se dela, Carlos da Maia adquire-a para oferecer como residência Maria Eduarda e Rosa.

Referências

  1. Infopédia. «Artigo de apoio Infopédia - Craft». Infopédia - Dicionários Porto Editora. Consultado em 12 de abril de 2019 
Ícone de esboçoEste artigo sobre uma personagem de ficção é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia .