Conflitos no Chifre da África

Os conflitos no Chifre da África têm devastado continuamente aquela região, que inclui a Etiópia, a Eritreia, o Jibuti e a Somália.[1]

História

O Chifre da África é uma região permanentemente em crise. A Etiópia ocupa uma posição predominante na região devido à sua importância demográfica: cerca de 85% da população da região vive neste país. No entanto, a história da Etiópia é amplamente marcada por conflitos entre grupos étnicos que vivem dos recursos e do espaço, bem como entre o nacionalismo e o marxismo-leninismo na era moderna. O resto da região também enfrenta contínuas guerras: a guerra civil na Somália em 1986, resulta em um país que não tem um governo nacional em funcionamento desde 1991.[2]