Conímbriga

Conímbriga
Conimbriga
Vista das ruínas da cidade de Conímbriga.
Localização atual
Conímbriga está localizado em: Portugal Continental
Conímbriga
Localização de Conímbriga no que é hoje Portugal
Coordenadas40° 05' 58" N 8° 29' 36" O
PaísPortugal Portugal
RegiãoDistrito de Coimbra
Concelho de Condeixa-a-Nova
Freguesia de Condeixa-a-Velha
Dados históricos
Região históricaLusitânia
FundaçãoIdade do Cobre
Abandonoséculo IX
ImpérioImpério Romano
Idade do Cobre
Idade do Bronze
Idade do Ferro
Antiguidade Oriental
Antiguidade clássica 136 a.C.
Antiguidade tardia
Alta Idade Média
Notas
Estado de conservaçãoBom
AdministraçãoEstado Português
Acesso públicoSim
Sitewww.conimbriga.pt

Conímbriga é uma povoação estabelecida desde a Idade do Cobre que foi um importante centro durante o Império Romano e que continuou habitada, pelo menos, até ao século IX.[1] É um dos mais extensos e diversificados sítios arqueológicos de que há vestígio em Portugal. Está classificada como Monumento Nacional, tendo sido palco de escavações desde o século XIX.[2][3]

Localiza-se a dezassete quilómetros de Coimbra, na freguesia de Condeixa-a-Velha, a dois quilómetros de Condeixa-a-Nova.[4] A estação inclui o Museu Monográfico de Conímbriga, onde estão expostos muitos dos artefactos encontrados nas escavações arqueológicas.[2]

Etimologia

Não se sabe ao certo a origem do nome da povoação, alguns acreditam que estaria relacionado com os cónios, povo que vivia no actual Baixo Alentejo, segundo esta hipótese, com a adição de briga, nome céltico, Conímbriga significaria «O castro dos Cónios». Contudo, as regras linguísticas fariam que se tornasse Coniumbriga e não Conimbriga. Todas as inscrições fazem referência à última forma com a excepção duma em Numão que usa a primeira. Outros acham que a etimologia de Conimbriga traça as suas origens até ao antiquíssimo lexema pré-celta Kºn, que significa «elevado pedregoso», desta maneira este lexema unido a briga significaria «cidade localizada num elevado pedregoso».[5]