Cinema da Suécia

Ingmar Bergman e Victor Sjöström, em 1957.
Greta Garbo, em 1931.
Max von Sydow, em 1992.

O Cinema Sueco refere-se essencialmente aos filmes produzidos na Suécia ou no estrangeiro, com participação de suecos. Entre os filmes mais conhecidos estão obras como O Sétimo Selo (1957), Os Emigrantes (1971), A Flauta Mágica (1975), Fanny e Alexander (1982) e Fucking Åmål (1998).[1][2][3][4]

O cinema sueco tem algumas figuras de alto nível ao longo da história. Destacam-se entre os cineastas: Ingmar Bergman e Victor Sjöström, e nos tempos mais recentes Lasse Hallström, Roy Andersson e Lukas Moodysson. Como diretor de fotografia, tem especial relevo Sven Nykvist.Entre os atores e atrizes mais famosos, estão: Greta Garbo e Ingrid Bergman, Max von Sydow, Peter Stormare, Lena Olin e Stellan Skarsgård.[5][6]

Entre os suecos que conquistaram Óscares estão: Ingrid Bergman, Per Hallberg, Paul Ottosson, Ingmar Bergman e Sven Nykvist.[7]