Cazã

Disambig grey.svg Nota: Para pelo imperador japonês, veja Imperador Kazan.
Cazã
Казань
Flag of Kazan (Tatarstan).pngBandeiraCoat of Arms of Kazan (Tatarstan) (2004).png
Cognome(s): A capital multicultural
KAZ Collage 2015.png
Da esquerda para a direita e de cima para baixo: Torre Spasskaya; Torre Söyembikä; Mesquita Qol Sharif; Palácio dos Produtores; Catedral de Epifania; Vista de Cazã.
SubdivisãoTartaristão
PrefeitoIlsur Metshin
Área408,9 km² km²
População1 560 000 [1] habitantes
Altitude116 metros
Gentílicocazanita
Fundação1005[2]
Código telefônico+7 843
Matrículas de automóveis16, 116
Websitekzn.ru/
Localização
Localização de Cazã
Cidade da Rússia Rússia

Cazã, ou Kazan, (russo: Казань, tártaro: Казан) é a capital e maior cidade da República do Tartaristão, na Rússia, localizada a 808 quilómetros a leste de Moscovo.[3] Com uma população de 1.143.535, é a sexta cidade mais populosa da Rússia, um grande centro cultural, comercial e industrial, e um dos mais importantes focos da cultura tártara.[4] Cazã fica na confluência dos rios Volga e Kazanka na Rússia Europeia. O Complexo Arquitectónico e Histórico do Kremlin de Cazã é um local muito visitado da cidade e está classificado pela UNESCO como Património da Humanidade.[2]

Em abril de 2009, o Escritório de Patentes da Rússia concedeu a Cazã o direito de se autodenominar a "Terceira Capital" da Rússia.[2] Em 2009, a cidade foi escolhida como a "capital dos desportos da Rússia" e continua a ser referida como tal.[5] A cidade sediou, entre outros eventos internacionais, duas edições do Campeonato Mundial de Bandy, a Universíada de Verão de 2013, o Campeonato Mundial de Esgrima e o de Badminton em 2014, o Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos de 2015 e também foi uma das cidades-sede da Copa das Confederações de 2017 e da Copa do Mundo FIFA de 2018.[4]

Etimologia e uso

"Cazã" é a única forma vernácula registrada por José Pedro Machado.[6] Aquele autor rejeita a alternativa vernácula "Casã", única preconizada por Antenor Nascentes,[7] considerando-a "injustificável".

A forma em português foi recebida do francês Kazan ou Karãm.[6] Nascentes afirma que o topónimo advém do termo russo para "caldeira",[8] o que refletiria o fato de a cidade estar situada numa depressão. Machado, porém, rejeita esta etimologia, sem oferecer explicação alternativa para a origem do nome da cidade.