Carcassonne
English: Carcassonne

Disambig grey.svg Nota: Para o jogo, veja Carcassonne (jogo de tabuleiro).
Ambox important.svg
Foram assinalados vários aspectos a serem melhorados nesta página ou se(c)ção:
Carcassona

Carcassonne

Vista parcial da Cidadela de Carcassona
Vista parcial da Cidadela de Carcassona
Brasão de armas de Carcassona
Brasão de armas
Carcassona está localizado em: França
Carcassona
Localização na França
Coordenadas43° 13' N 2° 21' E
País França
RegiãoFlag of Région Occitanie.svg Occitânia
DepartamentoBlason département fr Aude.svg Aude
Administração
- PrefeitoGérard Larrat (UMP; 2014–2020)
Área
- Total65,08 km²
Altitude100 m
Altitude máxima250 m
Altitude mínima81 m
População (2010) [1]
 - Total47 419
    • Densidade728,6 hab./km²
Gentílicocarcassonnais
Código Postal11000
Código INSEE11069
Websitewww.carcassonne.org
Dama Carcas — à esquerda: cabeça de uma estátua antiga; à direita: busto moderno, no exterior entrada da Porta de Narbona da cidadela

Carcassonne (em occitano: Carcassona, grafia também usada em português)[2] é uma comuna francesa do departamento de Aude na região de Occitânia. Em 2010 a comuna tinha 47 419 habitantes (densidade: 728,6 hab./km²).[1] Em 2009, residiam na área urbana 96 420 pessoas.

A cidade situa-se numa região povoada desde o Neolítico, na planície do Aude, na encruzilhada de dois importantes eixos de circulação, usados desde a Pré-história, que ligam o Oceano Atlântico ao Mediterrâneo e o Maciço Central francês aos Pirenéus. Encontra-se 90 quilómetros a sudeste de Toulouse, 60 km a oeste de Narbona e cerca de 70 km a oeste da costa mediterrânica. É conhecida pela sua cidadela, construída c. 890–910, para defesa contra os ataques dos normandos e inscritas na lista do Património Mundial desde 1997.[3]

Toponímia

O primeiro topónimo conhecido da cidade é Carcasso. Plínio, o Velho (século I d.C.) cita esse nome, ou mais precisamente Cascasso dos Volcas Tectósagos (em latim: Carcaso Volcarum Tectosage), mas aparentemente o nome já existia no século VI a.C.[4] O nome em occitano (Carcassona) deriva diretamente da forma latina. Os francos, que tomaram a cidade aos sarracenos no século VIII, chamaram à cidade Karkashuna. Outros nomes conhecidos são Carcasona e Carcassiona.[5]

Lenda da origem do nome

Segundo uma lenda local, o nome da cidade data do início do século IX, quando estava nas mãos dos sarracenos. A lenda reza que Carlos Magno cercou a cidade, mas a governante local, a Dama Carcas resistiu tenazmente. Os dois exércitos tinham poucos mantimentos e os soldados ficaram famintos. Quando não restava mais do que uma medida de trigo e um pequeno porco na cidade, a Dama Carcas teve uma ideia para desmoralizar os inimigos

O porco foi alimentado com o trigo e depois foi lançado por cima das muralhas para os sitiantes. Pensando que a cidade tinha ainda muitos mantimentos, Carlos Magno levantou o cerco. Nesse momento, a Dama Carcas fez soar as trompetas, o que fez o imperador franco voltar atrás e a Dama Carcas propôs-lhe então a paz. Daí vem a expressão "Carcas sonne" (lit: "Carcas soa").

Historicamente, a reconquista das terras do Languedoque ocorreu durante o reinado do pai de Carlos Magno, Pepino, o Breve, em meados do século VIII, quando Carlos era adolescente, pelo que é pouco provável que tivesse comandado um cerco a Carcassona.