Capivara

Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Capivara (desambiguação).
Como ler uma infocaixa de taxonomiaCapivara[1]
Ocorrência: Pleistoceno - Recente
Fêmea de capivara no Pantanal, Brasil.
Fêmea de capivara no Pantanal, Brasil.
Estado de conservação
Espécie pouco preocupante
Pouco preocupante (IUCN 3.1) [2]
Classificação científica
Reino:Animalia
Filo:Chordata
Classe:Mammalia
Ordem:Rodentia
Subordem:Hystricomorpha
Infraordem:Hystricognathi
Parvordem:Caviomorpha
Superfamília:Cavioidea
Família:Caviidae
Subfamília:Hydrochoerinae
Gênero:Hydrochoerus
Espécie:H. hydrochaeris
Nome binomial
Hydrochoerus hydrochaeris
Linnaeus, 1766
Distribuição geográfica
Hydrochoerus hydrochaeris range.png
Sinónimos
  • capybara Pallas, 1766
  • cobaya Buffon, 1802
  • dabbeni Rovereto, 1914
  • irroratus F. Ameghino, 1889
  • notalis Hollister, 1914
  • uruguayensis C. Ameghino and Roverto, 1914

A capivara (nome científico: Hydrochoerus hydrochaeris) é uma espécie de mamífero roedor da família Caviidae e subfamília Hydrochoerinae. Alguns autores consideram que deva ser classificada em uma família própria. Está incluída no mesmo grupo de roedores ao qual se classificam as pacas, cutias, os preás e o porquinho-da-índia. Ocorre por toda a América do Sul ao leste dos Andes em habitats associados a rios, lagos e pântanos, do nível do mar até 1 300 m de altitude. Extremamente adaptável, pode ocorrer em ambientes altamente alterados pelo ser humano.

É o maior roedor do mundo, pesando até 91 kg e medindo até 1,2 m de comprimento e 60 cm de altura. A pelagem é densa, de cor avermelhada a marrom escuro. É possível distinguir os machos por conta da presença de uma glândula proeminente no focinho apesar do dimorfismo sexual não ser aparente. Existe uma série de adaptações no sistema digestório à herbivoria, principalmente no ceco. Alcança a maturidade sexual com cerca de 1,5 ano de idade, e as fêmeas dão à luz geralmente a quatro filhotes por vez, pesando até 1,5 kg e já nascem com pelos e dentição permanente. Em cativeiro, pode viver até 12 anos de idade.

Etimologia e nomes populares

A capivara também é chamada de carpincho, capincho, beque, trombudo, caixa, cachapu, porco-capivara, cunum e cubu.[3] O nome capivara procede do termo tupi kapi'wara, que significa "comedor de capim".[4] Tal nome é o mais comum e conhecido por todo o Brasil.[3] No Rio Grande do Sul também é conhecida por capincho ou carpincho, termo derivado do espanhol.[3] No Amazonas, é conhecida por cupido e na Ilha de Marajó, no Pará, por beque. O macho, neste mesmo local, devido à glândula nasal no focinho, é chamado de trombudo, caixa ou cachapu.[3] Em alguns locais do interior da Bahia, a capivara é chamada de porco-capivara, no sudeste do Pará por cunum e de cubu em alguns locais do estado de Goiás.[3]