Camboja
English: Cambodia

ព្រះរាជាណាចក្រកម្ពុជា
(Preăh Réachéanachâk Kâmpŭchéa)

Reino do Camboja
Bandeira do Cambodja
Brasão de armas do Camboja
BandeiraBrasão de armas
Lema: ជាតិ សាសនា ព្រះមហាក្សត្រ
(Cheate Sasanea Preahmhaksaat)
(em português): "Nação, Religião, Rei"
Hino nacional: Nokoreach
Gentílico: Cambojano(a)

Localização do Cambodja

Localização do Camboja no mapa-múndi.
CapitalPhnom Penh
Cidade mais populosaPhnom Penh
Língua oficialKhmer
GovernoDemocracia Parlamentarista Unitária e Monarquia constitucional
 - ReiNorodom Sihamoni
 - Primeiro-ministroHun Sen
Formação 
 - Reino de Funan68 
 - Reino Chenla550 
 - Império Khmer802 
 - Colonização francesa1867 
 - Independência9 de novembro de 1953 
 - Restauração da monarquia24 de setembro de 1993 
Área 
 - Total181 035 km² (88.º)
 - Água (%)2,5
 FronteiraTailândia, Laos, Vietnã e Golfo da Tailândia
População 
 - Estimativa para 2019[1]15 288 489 hab. (73.º)
 - Densidade81,8 hab./km² (125.º)
PIB (base PPC)Estimativa de 2018
 - TotalUS$ 70,2 bilhões*[2] (107.º)
 - Per capitaUS$ 4,322[2] (155.º)
PIB (nominal)Estimativa de 2018
 - TotalUS$ 24,3 bilhões*[2] 
 - Per capitaUS$ 1,559[2] 
IDH (2017)0,582 (146.º) – médio[3]
Gini (2011)31,8[4]
MoedaRiel (KHR)
Fuso horário(UTC+7)
 - Verão (DST) (UTC+7)
ClimaTropical
Org. internacionaisASEAN e EAS
Cód. ISOKHM
Cód. Internet.kh
Cód. telef.+855
Website governamentalwww.cambodia.gov.kh

Mapa do Cambodja

Camboja[5][6][7][8][9][10] ou Cambodja[11][12] (em khmer: កម្ពុជា, translit.: Kampuchea, pronunciado: [kɑmˈpuˈciə]), oficialmente Reino do Camboja (em khmer: ព្រះរាជាណាចក្រកម្ពុជា, translit.: Preăh Réachéanachâk Kâmpŭchéa), é um Estado soberano localizado na porção sul da península da Indochina, no Sudeste Asiático. Sua área territorial é de 181 035 km², fazendo deste o 88.º maior do mundo em área. Faz fronteira com a Tailândia a noroeste, com o Laos a nordeste, com o Vietnã a leste e com o Golfo da Tailândia na porção sudoeste.

Com uma população estimada em pouco mais de 15 milhões de habitantes, o Camboja é o 68.º país mais populoso do mundo e tem o budismo como religião oficial, praticado por cerca de 95% da população cambojana. Os grupos étnicos minoritários incluem vietnamitas, chineses, chams e outras trinta tribos. A capital e maior cidade é Phnom Penh[nota 1], o centro político, econômico e cultural do país. O reino é uma monarquia constitucional, tendo Norodom Sihamoni como representante. O monarca é escolhido pelo Conselho do Trono Real e recebe o status de chefe de Estado. O chefe de governo é Hun Sen, que governa o Camboja há mais de 25 anos.

O antigo nome do reino era "Kambuja" (em sânscrito: कंबुज). No ano de 802, Jayavarman II declarou-se rei marcando o início do Império Khmer, que floresceu por mais de 600 anos, permitindo que sucessivos reis dominassem grande parte do sudeste da Ásia. O reino permitiu a construção de templos monumentais, como Angkor Wat, e facilitou a propagação do hinduísmo e do budismo por grande parte desta região. Após a queda de Angkor para Ayutthaya, no século XV, o Camboja foi governado como um vassalo entre seus vizinhos, Tailândia e Vietname, até que foi colonizado pelos franceses em meados do século XIX. A independência do país só ocorreu em 1953.

A Guerra do Vietnã estendeu-se ao Camboja, dando origem ao Khmer Vermelho, que tomou Phnom Penh em 1975. O Camboja ressurgiu vários anos mais tarde dentro de uma esfera de influência socialista, como a República Popular de Kampuchea, que durou até o início dos anos 1990. Depois de anos de isolamento, a nação devastada pela guerra se reuniu sob a monarquia em 1993, e tem visto um rápido progresso nas áreas de recursos humanos e econômicos, além da reconstrução de décadas de guerra civil. O Camboja tem apresentado um dos melhores desenvolvimentos econômicos na Ásia, com crescimento médio de 6% nos últimos dez anos. A agricultura, construção civil, vestuário e turismo atraíram investimentos estrangeiros e estimularam o comércio internacional. As reservas de petróleo e gás natural, encontradas nas águas territoriais do país em 2005, permanecem praticamente inexploradas, em parte devido a disputas territoriais com a Tailândia.[13][14] Apesar das melhorias econômicas, o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do país ocupa a 143.ª posição, avaliado em 0,555 (empatado com São Tomé e Príncipe), indicando que o Camboja possui médio desenvolvimento humano atualmente.[3]

Etimologia

O nome oficial do país em português é Reino do Camboja, traduzido do khmer Preăh Réachéanachâk Kampuchea, muitas vezes abreviado apenas para Kampuchea (em khmer: កម្ពុជា). Kampuchea deriva da palavra sânscrita Kambuja. Popularmente, os cambojanos na maioria das vezes referem-se a seu país como "A Terra dos Khmers" (escrito em khmer da seguinte forma: ស្រុកខ្មែរ) ou usando a expressão mais formal "O país do Camboja" (em khmer: ប្រទេសកម្ពុជា). Em Língua inglesa, a forma "Cambodia" é derivada de "Cambodge" ou "Kamboj", a transcrição sânscrita de "Kampuchea".[11]