Brunei
English: Brunei

Negara Brunei Darussalam (Rumi)
نڬارا بروني دارالسلام (Jawi)

Estado de Brunei Darussalam
Bandeira do Brunei
Brasão de armas do Brunei
BandeiraBrasão de Armas
Lema: "الدائمون المحسنون بالهدى" ("Sempre
trabalhando guiados por Alá"
)
Hino nacional: الله فليهاراكن سلطن (Allah Peliharakan Sultan - "Alá Abençoe o Sultão")
Gentílico: bruneano(a), bruneíno(a)[1]

Localização de Estado de Brunei

Capital114° 55' E
Cidade mais populosaBandar Seri Begawan
Língua oficialmalaio[2]
*Língua reconhecida: inglês,
GovernoMonarquia absolutista unitária e sultanato islâmico
 - Sultão e Primeiro-ministroHassanal Bolkiah
 - Príncipe HerdeiroAl-Muhtadee Billah
 - Mufti de EstadoMohd Abdul Bolkiah
Formação 
 - Sultanatoséculo XIV 
 - Fim do protetorado britânico1 de Janeiro de 1984 
Área 
 - Total5 765 km² (163.º)
 - Água (%)8,6
 FronteiraMalásia apenas, de leste a sudoeste
População 
 - Estimativa para 2014411,900 hab. (170.º)
 - Densidade64 hab./km² (106.º)
PIB (base PPC)Estimativa de 2019
 - TotalUS$ 36,854 bilhões (142.º)
 - Per capitaUS$ 83,777 (5.º)
IDH (2017)0,853 (39.º) – muito alto[3]
MoedaDólar de Brunei (BND)
Fuso horário(UTC+8)
 - Verão (DST)não observado (UTC+8)
ClimaEquatorial
Org. internacionaisONU, OMC, OCI, ASEAN, APEC, Comunidade das Nações
Cód. ISOBRN
Cód. Internet.bn
Cód. telef.+673
Website governamentalwww.brunei.gov.bn

Mapa de Estado de Brunei

O Brunei (pronunciado em português europeu[bɾuˈnɐj]; pronunciado em português brasileiro[bɾuˈnej]), oficialmente Estado de Brunei Darussalam[4][5] ou Darussalã[6] (Malaio: Negara Brunei Darussalam, Jawi: نڬارا بروني دارالسلام), é um estado soberano localizado na costa norte da ilha de Bornéu, no Sudeste Asiático. Além de seu litoral com o mar da China Meridional, é completamente cercado pelo estado de Sarawak, na Malásia, e é dividido em duas partes pelo distrito de Sarawak, Limbang. É o único estado soberano completamente na ilha de Bornéu, com o restante da ilha, formando partes da Malásia e Indonésia. A população de Brunei era estimada em 423,196 em 2016.[7][8]

As reivindicações oficiais da história nacional do Brunei podem traçar suas origens ao século VII, quando era um estado sujeito chamado P'o-li, na Sumatra, centro do Império Serivijaia. Ele mais tarde se tornou um Estado vassalo de Java, centro do império Majapait. Brunei se tornou um sultanato, no século XIV, sob o recém-convertido sultão islâmico Xá Maomé.

No auge do Império do Brunei, o sultão Bolkiah (reinando de 1485-1528) tinha controle sobre as regiões do norte de Bornéu, incluindo a moderna Sarawak e Sabá, bem como o arquipélago de Sulu ao largo da ponta nordeste de Bornéu, Seludong (hoje a Manila moderna) e as ilhas ao largo da ponta noroeste de Bornéu. A talassocracia foi visitada pelos espanhóis da expedição de Magalhães em 1521 e lutaram pela Espanha em 1578 na Guerra de Castela. O Império do Brunei começou a declinar, atingindo sua forma moderna em 1890 após o progressivo século XIX cedendo Sarawak para o Reino de Sarawak e Sabá sendo cedida a Companhia Privilegiada do Bornéu do Norte. O Brunei se tornou um protetorado britânico em 1888 e foi atribuído um residente britânico em 1906. Nos anos após a ocupação de guerra japonesa durante a Segunda Guerra Mundial, ele formalizou uma constituição e lutou numa rebelião armada.[9] O Brunei recuperou a sua independência do Reino Unido em 1 de Janeiro de 1984. O crescimento econômico durante os anos 1970 e 1990, com média de 56% de 1999 a 2008, transformou o Brunei em um país recém-industrializado.

Brunei tem o segundo maior índice de desenvolvimento humano entre as nações do sudeste asiático depois de Singapura, e é classificado como um país desenvolvido.[10] De acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI), Brunei é classificado em 5º no mundo em produto interno bruto per capita em paridade de poder aquisitivo. A revista Forbes também classificou Brunei como a quinta nação mais rica entre 182 nações, devido à sua extensa área de petróleo e de gás natural.[11]

Etimologia

Segundo a lenda, o Brunei foi fundado por Awang Alak Betatar. Seu movimento de Garang, lugar onde hoje é o distrito de Temburong, para o estuário do rio Brunei levou à descoberta do país. Segundo a lenda, após o pouso, ele exclamou: "Baru nah! " (vagamente traduzido como "aí está", ou "eis!"), a partir do qual o nome "Brunei" (assim como o nome da ilha de Bornéu) foi derivado.[12]

Foi rebatizado "Barunai" no século XIV, possivelmente influenciado pelo sânscrito da palavra "varuṇ" (वरुण), o qual significa "oceano" ou mitológica "regente do oceano". A palavra "Bornéu" é da mesma origem. O nome completo do país é "Negara Brunei Darussalam"; darussalam (em árabe: دار السلام) significa "Morada da Paz", enquanto negara significa "país" em malaio.[12]